((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

domingo, 29 de janeiro de 2012

ALGUM VENENO ANTIMONOTONIA - ANTHONIO MAGALHÃES

ALGUM VENENO ANTIMONOTONIA - ANTHONIO MAGALHÃES



Hoje senti a necessidade de escrever sobre isto e dar uma pequena noção de nossa responsbilidade. Uma vez eu me permiti pensar na possibilidade de isto tudo ser um imenso equívoco, é claro que no início do meu caminho eu pensava nisso muitas vezes durante o dia. E cada uma delas eu tinha muitas evidências a favor da certeza que não era um equívoco. A primeira era o meu coração, não falo sentir de coração da maneira poética que tornou-se leviana na 3DD, falo da sensação do coração cheio, pleno, pulsando em confirmação com uma enorme sensação de alegria e certeza que nós vamos pavimentar o caminho da Nova Terra, aliás, já estamos. Digo nós = eu + leitores. E assim eu já faço desde outubro de 2009, pois penso que para ajudar e contribuir, não preciso estar pleno e desenvolvido, pois tenho certeza que já ter posto a mão na massa e ter assumido muitas responsabilidades de doação, trabalho e abandono, foi o principal motivo de ter dado passos largos.

Eu quero a sorte de um amor tranquilo
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva

A minha posição não me foi dada, foi conquistada, foi alcançada somente por mim. Não obtive ajuda divina, não rezei e não pedi. Eu segui, eu lutei, eu fui maior que meu ego (aprendi depois de um tempo que não adianta combater, tem que transcender), eu exorcizei os medos, crenças e formas de pensar de uma mente tridimensional dissociada. Eu passei por cada etapa dos desenvolvimentos. Eu me fechei no início e devorei sites e blogs inteiros com picos de 20 a 22 horas de estudos diários. E tudo isto promovia o caminho de volta em minha direção, em minha redescoberta e minhas confirmações, mesmo sem esperá-las.

Compreendi que estudar sem compartilhar o aprendizado é um imenso egoísmo. Burrice na verdade se Somos Todos UM. Criei o MM para agrupar e compartilhar os meus aprendizados e felizmente tornou-se uma fonte de informação e desenvolvimento. O brilho do aprendizado só começou a aparecer depois de muito lapidado pela confiança e abandono, e haja abandono para quem tinha uma mente extremamente racional. Era, em pouco tempo não consegui ser mais, pois uma coisa chamada SENSIBILIDADE que aflora em cada um de nós, não falo de qualquer emoção, digo, nenhuma. Não temos controle sobre esta sensibilidade, eu diria uma nova maneira de sentir tudo. Ela se apresenta como se a Fonte se manifestasse em nós, e É.

Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia

Sempre fui considerado uma fortaleza, pessoas me consideravam um homem intransponível para desvendar, mas tudo isto se desmorona diante de coisas simples como um sorriso de alguém que sente-se alegre. Este pequeno fato cotidiano quando de puro amor, nos acessa o coração quando sentimos a alegria daquele sorriso. Este momento mágico e divino é o toque da Fonte desestruturando a fortaleza que disfarça e esconde a lágrima abusada que sai à revelia, e esta fuga das lágrimas é o sorriso e a alegria do seu coração. Caramba, o que é isso? É apenas um sorriso de quem eu nunca vi e brotou em mim.
De nada adianta querer compreender, mais vale sentir aquela felicidade, aproveitar o momento e sorrir junto. Confesso que dou uma disfarçada pra esconder a evidência do sorriso do meu coração, a lágrima, pois fica difícil explicar a alguém.

Aprendi que lágrimas à revelia neste caminho não expressam dor, são a confirmação de me sentir abraçado por todos que acolhem meu abandono. Aprendi que o amor que recebo é o amor que devo transmitir, e esta transmissão nem sempre é no padrão compreendido pela 3DD em forma de palavras doces e aceitação das acomodações de Sementes que em sua essência clamam por ajuda, pois tudo que seus corações NÃO querem, é esta maneira superficial e hipócrita de receber algo que pareça, mas definitivamente, não é amor. Da minha parte há inúmeras comprovações da minha real intenção, recebi centenas de relatos de agradecimentos, todos guardados com muito carinho em confirmação do amor que compartilhei e o resultado que conseguimos juntos, pois acompanhei apenas, jamais determinei ou conduzi. Assim brota a independência de quem é forte e caminha para a liberdade.

Um dia quando estava irritado com a quantidade de e-mails acumalados para responder, resolvi tirar o resto do dia para dar um foda-se na minha burra preocupação. Fiquei pensando e refletindo sobre o tamanho daquela responsabilidade, ops, responsa + habilidade = um homem responsável e com habilidade. Que bom, eu tenho habilidade e sou responsável, portanto, para isto deve haver alegria por confiarem em mim. Alegria por tudo, pois tudo é experiência, vivência.

E ser artista no nosso convívio
Pelo inferno e céu de todo dia
Pra poesia que a gente não vive
Transformar o tédio em melodia

Eu me acho muito habilidoso para construir uma imagem de um Anthonio com asinhas que só pronuncia palavras doces e com comportamento passivo às imebecilidades e manifestações agressivas, sobretudo às hipocrisias de Sementes acomodadas. É muito fácil ser assim, porém, vergonhoso por realmente desrespeitar os corações que de mim esperam honestidade, e para isto, tenho que ser impecável comigo em honestidade. Ser honesto comigo, me impede de vestir uma personalidade que não seja a minha essência. Eu gosto de chamar de fantasias. Tem gente que se fantasia de várias personalidades, aquelas construídas para socialmente mantê-los em alguma posição de agrado à sociedade que eles vivem, ou a personalidade dos seus sonhos.

Tudo começa assim, os pais dizem para a criança: O que você quer ser quando crescer? Usando uma menina como exemplo, se ela vê TV diariamente, ela desde os 3 ou 4 anos de idade já começa a dizer que quer ser modelo, manequim e artista. Os idiotas primitivos responsáveis por esta criança aplaudem e acham “bonitinho” e a incentivam de todas as maneiras. Ali começa a criação do monstrinho. Se por acaso aquela menina que fisicamente era “engraçadinha” e torna-se uma adolescente feia por um período, pois é a nossa fase de mudanças físicas e fisicamente falando as mudanças são imensas, os complexos começam a surgir. Estes complexos promovem escolhas de personalidades para se adequarem àquela sociedade estúpida. Lembremos, a adolescência é a fase que o “senso de ridículo” fica zerado. Como adolescentes achamos que é atitude, mas logo que passa esta fase, ficamos constrangidos dos atos e comportamentos que não tínhamos noção e sentimos vergonha de lembrar.

Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum veneno antimonotonia

Agora como jovens pensamos que o mundo é poesia...rs..rs. Mas nossa sociedade local começa com as cobranças sobre o maldito “futuro”. Os jovens vivem para o futuro e esquecem de viver o AGORA de suas vidas, por isso vemos jovens vazios em todos os sentidos. O objetivo: profissão+emprego+casa+carro+família constituída, os distancia de qualquer possibilidade de sabermos como é aquela essência que nasceu com a pureza divina. Estes continuam não vivendo o AGORA pensando que podem construir algum futuro. Não podem, não conseguem, não vivem. O futuro de cada um destes é de doenças marcadas pelas preocupações com o futuro, do vazio que não preencheram em seus AGORAS, da distância de seus corações que jamais permitiu que eles soubessem que eles são a Fonte em vida. Que cada um deles nasceu com toda a essência para desenvolver a sua Luz Crística em Verdade e Unidade. Pois toda esta geração têm como missão, SER a CONSCIÊNCIA CRÍSTICA, esta é a volta Dele, do Amor e da criação da Nova Terra na 5D.

E se eu achar a tua fonte escondida
Te alcanço em cheio, o mel e a ferida
E o corpo inteiro como um furacão
Boca, nuca, mão e a tua mente não

Eu peço a cada um que reflita que vocês NÃO são o que vocês pensam que são, vocês hoje são frutos de um mundo primitivo que não tem nada relacionado ao Amor em Unidade e Verdade que cada um É. Vocês não precisam ser algo ou profissão, vocês independem de profissão ou grau de instrução, vocês independem de corpo físico ou saúde aparente. Vocês são independentes quando acessam o seu Amor, quando realmente sentem o quanto se amam. Vocês podem tudo, não se limitem, vocês são os olhos, braços, pernas, voz e coração de todo o Céu aqui representados. Não precisamos de religião, não precisamos de lideranças, não precisamos de NADA. Não há certo ou errado, bom ou ruim, feio ou bonito. Tudo É e tudo podemos. Aqui nada se sabe, pois é um mundo invertido e limitado, e ninguém nunca vai saber a Verdade, ela não é deste mundo, pois quando ele estiver próximo ao conhecimento, ele será levado para mundos de acordo com a sua sabedoria e grandeza. Aqui não há melhores ou piores, como em lugar nenhum há, mas há cabecinhas que promovem estas diferenças. Então ignore-as, ignore todas e venha para a UNIDADE. Nada te prende, nada pode vir com você, pois o sobrepeso não acompanha as almas. As escolhas são livres de todo e qualquer peso excedente ao seu coração.

Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum remédio que me dê alegria

Não olhem para o Anthonio, olhem somente para a mensagem, ela é para vocês. Eu sou um mensageiro sem rosto e faço a minha parte e não dependo de resultados. Compreendo que não é fácil alguém se despir de tudo de toda uma vida, mas compreenda que se acontecer algum evento catastrófico neste planeta que te deixe somente com a roupa do corpo, o que você será? Nada do que você foi a sua vida inteira servirá, pois você nada saberá fazer a não ser ter medo, sofrer e chorar.

Venha para a Unidade, por favor, por você!

Namastê!

Anthonio Magalhães


Todo Amor que Houver Nessa Vida
Cássia Eller
Composição: Frejat/ Cazuza


Eu quero a sorte de um amor tranquilo
Com sabor de fruta mordida
Nós na batida, no embalo da rede
Matando a sede na saliva

Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum trocado pra dar garantia

E ser artista no nosso convívio
Pelo inferno e céu de todo dia
Pra poesia que a gente não vive
Transformar o tédio em melodia

Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum veneno antimonotonia

E se eu achar a tua fonte escondida
Te alcanço em cheio, o mel e a ferida
E o corpo inteiro como um furacão
Boca, nuca, mão e a tua mente não

Ser teu pão, ser tua comida
Todo amor que houver nessa vida
E algum remédio que me dê alegria


http://minhamestria.blogspot.com

http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails