((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

4º ENCONTRO DO GRUPO DE PORTO ALEGRE-RS

4º encontro do grupo de porto alegre rs



Salve irmãozinhos.
Nesse Domingo aconteceu o 4º encontro do Grupo aqui de Porto Alegre.

Nessa oportunidade tivemos a alegria de receber pela primeira vez no Grupo a Iara e a Eliete. Outros participantes devido a compromissos não puderam se fazer presentes fisicamente. ;)

Conversamos a respeito de vários assuntos. A Heloísa trouxe um texto, baseado em uma prática sugerida pela Josi Santana no Grupo Resgate de Amor, onde o tema era Julgamento, ela fez a leitura e distribuiu cópias impressas. Após a leitura conversamos sobre o tema. Segue no final dessa postagem o texto.

O tempo dessa vez passou mais depressa do que das outras vezes, quando vimos o guarda do parque já estava nos avisando que o parque estava fechando e nem deu tempo de fazermos nossa meditação, semana que vem compensaremos. :D

Agradeço mais uma vez a oportunidade de todos que puderam se fazer presentes. Quem ainda não participou, sinta-se a vontade. Domingo que vem tem mais.

Para quem for e Porto Alegre e Região e tiver interesse, entre em contato comigo pelo email lenonfx@gmail.com .

Paz, Amor, Luz
Lenon Veronese

Conversando com minha criança Interior sobre Julgamento

Heloísa e Isinha:

Com o propósito de ‘preparação’ para poder falar sobre assuntos ‘delicados’, foi solicitado elaborar um diálogo onde nossa criança interior faria o ‘contraponto’, nos ajudando na tarefa, o que oportuniza o exercício em uma linguagem mais acessível.

Descalça vou pelo estreito caminho que contorna o tranquilo lago de águas espelhadas e cristalinas deixando ver os peixes com seus maravilhosos coloridos. Frente ao lago começa se formar a montanha num verde de diversos matizes, com árvores majestosas que acompanham os contornos da montanha e, de repente ela mostra suas rochas íngremes e imponentes.

A leve brisa ameniza o calor e, sigo a passos lentos sentindo as nuances das energias presentes... Vou até o gramado que forma um tapete verde com lindas flores pequenas de diversas cores. Ao som de canto dos pássaros deito-me de costas, conecto-me com a terra e, respiro fundo... Que delícia!

Olho para o céu azul de final de tarde e, observo as nuvens que passam fofas e ganham o tom róseo. Escolho uma delas para voarmos juntas, planando suavemente... sentindo a brisa no meu rosto... voando...

Isinha: O que é julgar?

Heloísa: Isinha... venha amada criança... deite aqui na grama... isso...

Isinha: Tá muito bom... gosto das florzinhas...

Heloísa: Elas são lindas... Veja o azul do céu e as nuvens... Estava voando com aquela nuvem lá, bem fofa... Escolhe uma nuvem e vamos voar...

Isinha: O que é julgar Helô?

Heloísa: Linda criança, julgar é quando se supõe alguma coisa de alguém pelo que a pessoa disse ou fez.

Isinha: Então isso é julgar?

Heloísa: É o que mais tem sido feito... Observam o comportamento e deste comportamento julgam a pessoa por coisas que são passageiras.

Isinha: Falam que é para eu não julgar. Por quê?

Heloísa: Aí Isinha, o primeiro passo é você entender por que julga e o que julga? Olhando para uma pessoa o que você vê? Apenas o que ela diz e como age. Só isso está ao seu alcance e, é muito pouco para julgá-la. O que vai ao coração dela não está disponível para você. E não tendo acesso ao seu coração como você vai saber o que motivou aquela pessoa? Não tem jeito... Seu julgamento será, sempre, superficial.

Isinha: Helô fico triste quando me julgam...

Heloísa: Ah! Isinha todos sentem a mesma coisa... O julgamento que cada um faz de si é pelo seu coração e não pelo que posa ter dito ou feito. Por isso mesmo consideramos injusto o julgamento dos outros e, ficamos tristes.

Isinha: E ai como faço para não julgar?

Heloísa: No momento não será necessário você abandonar o julgamento, mas deve prestar muita atenção aos seus atos para que compreenda o que você julga diz muito pouco da pessoa, apenas do seu comportamento.

Isinha: Por quê?

Heloísa: Porque você desconhece o seu coração. Não pode entrar no coração desta pessoa porque não está disponível para você, e assim como vai julgá-la?

Isinha: E daí, o que posso fazer?

Heloísa: Continue prestando atenção no mistério amoroso do coração de cada pessoa que a torna única. Só com a continuidade desta atenção vai começar a perceber como vem fazendo julgamentos que podem ser injustos e deixar as pessoas tristes.

Isinha: Tá, mas se eu continuar julgando o que vai me acontecer?

Heloísa: Aí Isinha o julgamento vai dizer mais sobre você mesma, do que da pessoa julgada, porque dela você conhece uma parte muito pequena e, mesmo assim acredita que pode julgá-la.

Não pode esquecer as palavras de Jesus: "não julgueis, para que não sejais julgados".

Isinha: Bom, e depois quando eu compreender tudo isso...?

Heloísa: Isinha seu coração estará cheio de amor e alegria e não vai mais julgar. Simples assim!

Isinha: Agora quero voar com você Helô! Vou escolher aquela nuvem lá... Olha! Parece um coelho com orelhas bem grandes... Vamos...

http://minhamestria.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails