((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

domingo, 22 de abril de 2012

OUROBOROS - NÓS SOMOS OS REPTILIANOS (REPOSTAGEM)

OUROBOROS - NÓS SOMOS OS REPTILIANOS (REPOSTAGEM)

INTRDUÇÂO C.R.A. Sem a intenção de Tentar Induzir a conciencia de nenhum ser sobre este assunto pois não é necessario explicar sobre os irmão Draco-reptlianos para aqueles ja despertos em seu ser interior, visto que ha muitos Draco-reptlianos que ja estão redimidos e na luz do absoluto e pararam o jogo sombra luz, (Não generalizem), pois como todos os despertos e não despertos sabem que em meio a esta humanidade também ha os da luz e os da não luz.

Relendo este texto que aponta muito bem esta questão , não sendo esta introdução é claro aos (sementes estelares) atuais Liberados viventes que não necessitam de comprender nada com a mente limitada, pois ja vivem em seu ser interior, breve e com conteudo ilimitado para aqueles que ja vivem no absoluto que são, e que dispensa qualquer explicação boa leitura e namaste.




Ouroboros (ou oroboro ou ainda uróboro) é um símbolo representado por uma serpente, ou um dragão, que morde a própria cauda. É um símbolo para a eternidade. Está relacionado com a alquimia, que é por vezes representado como dois animais míticos, mordendo rabo um ao outro.. É possível que o símbolo matemático de infinito tenha tido sua origem a partir desta imagem.

Segundo o Dictionnaire des symboles [1] o ouroboros simboliza o ciclo da evolução voltando-se sobre si mesmo. O símbolo contém as ideias de movimento, continuidade, auto fecundação e, em consequência, eterno retorno.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Ouroboros

Que todos somos UM isso você já está cansado de saber.
Mas, o quanto deste "um" você é capaz de suportar olhando-se no espelho?

Muitos de nós tem vontade de correr quando se trata de Reptilianos. Achando-os perversos pelo simples fato de enxergarem, conforme a história planetária registrada, o ser humano como um invólucro de carne comestível.

Este aparente desprezo reptiliano e o, assim então nas mentes humanas, pagável desprezo dos humanos pela raça esconde um grande ensinamento. Como ensinar Amor se não se sente? Como ensinar Compaixão se não se sente? E estou falando ainda de humanos!

Duvida disso? Então vamos aos fatos e a espelho:
Quem aí, entre dez, não deu um salto na cadeira quando viu reportagens do tipo: Socialite faz festa de aniversário para seu cachorro.

Quem não ousou se proteger sobre o argumento de que: Antes do bem estar dos animais temos de ter dignidade humana?

Pois sim, eu já fui um destes!
E é justamente por isso que hoje posso compreender e falar um pouco do assunto que representa o ouroboros: Ciclo.

Sim. O básico do básico. A noção primária do conhecimento!
Nela encontramos a saída da vivência repetida das situações.
A de que, para sair de seu ciclo de repetição (e sim, a(s) vida(s) é(são) um ciclo(s)) precisamos antes de mais nada APRENDER A NÃO FAZER.

Não fazer(cometer) os mesmos erros que nos mantém nas MESMAS FREQUÊNCIAS e, a partir daí, quebrar nossa vivência/presença no ciclo da vida(repetição da lição) e partir para um outro.

Como isso pode acontecer?
Usando a capacidade intelectual e uma enorme porção de Amor Incondicional, imaginemo-nos nascendo em um povo que tem escamas e recebe a seguinte "Instrução Divina": Tudo que criei é para vocês, incluindo outros planetas.

Ponto.
Daí interpreta-se, como um seguimento da mesma lei que: Todos os planetas são para vocês e, as formas de vida que encontrarem neles deverão se submeter ou perecer. São para seu deleite. Sua diversão. Seu alimento.

Difícil entender o nível de raciocínio? Então mais uma vez pra frente do espelho!
"Crescei, multiplicai e povoai a terra. E dominai sobre as aves no céu e os peixes no mar..."

Com isso e, somente com isso, nós como raça temos destruído o meio ambiente, pisado nos animais por pura diversão (apesar de alguns de nós ainda aprender alguma coisa!) pois o vemos como seres inferiores a serem dominados e por que não servirem de alimento, como peixes, aves, mamíferos terrestres, tubarões para sopa de barbatana, baleias e até golfinhos (começou a doer o coração?)

É aí que quero chegar! Até então muitos de nós não conseguia retirar dos reptilianos (ou de qualquer outra raça que seja) esta máscara de maus por simplesmente não enxergar em nós os mesmos conceitos (notem que não falei erros pois, o plano divino é PERFEIÇÃO e Aprendizado)

Nós enquanto raça caída não sairemos do lugar enquanto continuarmos com o discurso nobre de: Primeiro dignidade ao homem para depois aos animais.

Enquanto não começarmos a tratar todos como iguais, incluindo aí nossos "irmãos menos desenvolvidos" estaremos ainda e constantemente A UM PASSO do final do ciclo de evolução da raça. Mas isso cada um pode ensinar mas nem todos decidirão SEGUIR(AGIR) agora. Deixarão para o próximo ciclo. Ou o próximo...

...ou o próximo...
...ou o próximo...
...ou o próximo...
...ou o p...

Os reptilianos vieram ensinar uma grande lição a essa raça de cabeçudos. Coisa importantes como o verdadeiro significado de poder.

Ele não é força bruta. Aliás sem Amor Incondicional força bruta é apenas isso. Algo útil a mover coisas pesadas mas ainda sim que pode ser suplantada pela inteligência.

Inteligência! Essa sim é a essência, não?
Não! Inteligência demais desenvolve a Ciência. E esta em demasia afasta o ser do Amor e causa coisas como a destruição de planetas. Como por exemplo o que estamos a fazer com Urântia.

Eles trouxeram algo mais forte, mais inteligente e mais bonito do que força bruta e inteligência em sua vinda e em sua lição. Trouxeram Amor Incondicional que foi despertado, conforme os registros, no contato com os humanos que aqui já habitavam.

Esta sim é a verdadeira lição. O verdadeiro caminho. Um amor tão grande que foi capaz de ir contra a lição mais básica que lhes foi impregnada nas células: A de verem tudo e todos como suas propriedades e sacos de alimento.

Então, você está preparado para despertar esse reptiliano nobre dentro de si?
Sim, eu sei. Usei nobreza como significado de Bom, logo, estou na Dualidade. Mas você entendeu, não entendeu?

Por isso me dê uma folga e permita-nos (a você e a mim) não perder, nem a mensagem, nem a lição que nos pode tirar do ciclo por pura limitação tridimensional.

Eu Sou O Que Eu Sou. Um Reptiliano, Nibiruano, Carian, Humano e o que for possível e necessário para aprender esta bela lição: O Amor Incondicional.

E convido você a romper seu ciclo. De verdade! Sem falso despertar!

Samyr Martins

M.M - http://minhamestria.blogspot.com/
C.R.A - http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails