((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

quinta-feira, 12 de abril de 2012

URIEL - 11-04-2012 - AUTRES DIMENSIONS

URIEL - 11-04-2012 - AUTRES DIMENSIONS



Eu sou Uriel, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão.

Crianças Livres e Libertas, depois de escutar e ouvir o Canto de sua Presença, hoje é o Canto do Êxtase, aquele em que você não está mais presente em sua Presença, mas em que a Presença te arrebata e te leva nos Cantos da Eternidade, no canto além de toda presença. Juntos, Unidos para sempre, e reunidos, eu venho te Desposar, pois você é meu Esposo assim como você desposa minha Presença.

Juntos, então, nós dançaremos o tempo, além de todo tempo e de toda presença, reunidos no Êxtase e na Íntase, na mesma Presença, além de sua presença e além da minha presença na mesma Verdade e na mesma Eternidade.

Nós dançaremos juntos o Canto do Êxtase.
Nós partilharemos juntos o Dom da Graça.
E daremos, a um e ao outro, o sentido de toda Presença.
E daremos, a um e ao outro, o tempo da União.
Aquele da sua Liberdade e da minha Liberdade.

Crianças Livres e Liberadas, geradas no seio da Eternidade, geradas no seio do que você É, além de todo Ser, além de todo não Ser, vindo experimentar, além de toda experiência, e se instalar ali onde você É, por toda a Eternidade.


Então, escutemos e partilhemos.
Então, damos o que é para dar e recebemos o que temos dado, no mesmo movimento, além de todo movimento, no mesmo Canto, na mesma Presença.
Crianças da Eternidade, somos filhos, cada um criado no tempo de cada um, na presença de cada um. Na mesma ronda, na mesma dança, nós dançamos a Eternidade.

Tempos do Dom.
Tempos da Graça.
Vindos uns e outros, além de todo o firmamento, além de todo Mundo.
A onda nos toma e nos encanta no Êxtase permanente que dança em você e que dança em mim. Você e Eu, onde não há nenhum espaço para outra coisa que a União da Verdade.

Você é Amor e eu me vejo em Você, pois Eu sou Você.
Eu sou o Amor que deposita a seus pés o Canto da Graça e o Dom da Graça, onde a Onda da Vida nos arrebata e nos leva a dançar pela Eternidade, nos tempos de nossa presença, no Sopro primordial que criou o que não podia ser criado nem não criado.

Além de todo tempo, nós dançamos o Canto da Eternidade, nós cantamos a Dança do Parto. O tempo chegou, além de todo tempo. Não há nada mais a escutar, mais nada a ouvir que isso. Você que é isso e eu que sou isso, na mesma estrofe, no mesmo canto, na mesma presença, no mesmo Êxtase.

Então venha, eu o levo ali onde você É, eu te dou o que você É.
Dê você a mim, pois eu me dou a Você. No mesmo calor, na mesma doçura e no mesmo Êxtase, venham uns e outros, na mesma Ronda Eterna de Criança Eterna reencontrada, pois jamais esteve perdida.

Nós somos Um e nós somos a Eternidade.
Nós somos a Verdade e nós somos a Beleza.
Então, Dancemos e partilhemos o que há a partilhar: o pão da vida, que flui da Eternidade da Fonte, além de toda fonte. Pois a Fonte está além de você, dentro de você, como além de mim e dentro de mim, pois não existe nenhum eu e nenhum você. Não existe senão ele. Reunidos para sempre no mesmo Canto e na mesma Dança.

Assim, juntos, reunidos e liberados na Liberdade e na Eternidade, recebemos o que nos damos, damos o que recebemos, pois não há nada a alcançar. Tudo é Dado, tudo é Dom, pois tudo é Perdoado, pois não há nada a perdoar. Há apenas a Graça, o Dom da Graça à Eternidade, a Eternidade do Dom da Graça. Você é o Dom, eu sou o Dom, nós somos a mesma Vibração, nós somos a mesma estrofe, o mesmo Canto Eterno.

Juntos, reunimos em uníssono nossos cantos e nossos silêncios.
Vivamos, juntos, o que nós somos, além de você, além de mim, além de todo o tempo, além de todo espaço, na mesma dança.

Nós somos a Eternidade, somos a Graça, nós somos além de toda palavra, somos além de toda experiência, nós somos Absoluto, nós somos Último, somos o que você É, você é o que nós somos. Então, não há nada a adicionar, não há nada a subtrair, não há nada a dividir, não há nada a multiplicar.

Apenas Ser, além de todo ser.
Apenas Dom, além de todo dom.
A Graça percorre suas células, as do corpo que não é seu corpo, como o corpo de todo ser, de todo Irmão e de toda Irmã, de todo Arcanjo e de todo Anjo, de toda Fonte.

Juntos, nós somos ilimitados, sem limite algum.
Juntos, no Dom da Graça, na Graça do Dom e na partilha do Dom, nos damos a Graça pois nós somos a Paz, a da Eternidade. Pois nós somos a Eternidade, em paz, consigo mesma e com cada um.

Eu sou URIEL.
Você É o que Eu Sou, bem além de todo Eu Sou.
Sejamos o que nós somos, além de toda soma.
Nesse momento, nós podemos penetrar no espaço de onde nós nunca saímos. Nós abrimos, em nós, o tempo da Eternidade, pois a Eterna Fonte e a Eterna Presença vêm encher toda ausência.

Nós somos o Dom, nós somos a Verdade, além de todo tempo, além de cada uma de minhas palavras. Nós somos a Dança que ondula em cada uma das partes que você acredita ser. Além desse corpo, além deste Mundo, nós somos a Onda, nós somos a Vida e nós somos a Eternidade, além de todo ser.

Nós podemos, porque esse é nosso Poder, além de todo poder, pois isso é a Vida.
Você é a Vida, porque eu sou a Vida. Eu te dou minha Vida, pois você me dá sua Vida na mesma Vida que é a mesma Dança, a mesma Eternidade, a mesma Presença.

Criança Liberada, eu te libero porque eu sou Liberado.
Você me liberou porque você é liberado. No seio dessa Liberdade, nós Dançamos, livres de todo laço e todavia ligados além de todo vínculo a essa liberdade essencial que é nossa Essência.

Nós somos o Último, Um além de todo Um, além de cada Um, além de cada outro.
Juntos, nós elevamos o Canto do Êxtase, aquele que percorre os Mundos, que é a Onda. Nós somos a Onda da Vida, o Dom da Graça, o Manto da Graça. Do um ao outro, e do outro ao um, no alto como embaixo, a esquerda como a direita, dentro como fora, não há diferença, pois a Essência está revelada. Nós somos todo sentido e nós somos isso, nada senão isso, apenas isso e tudo isso.

Criança Livre e Liberada, ouça o que eu te digo, ouça além das minhas palavras, o Canto de nossa Presença, além de toda resistência. Dançamos o Canto do Êxtase, escutamos o Sopro, nós somos o Sopro.
Escute e ouça.

Eterna Criança, Eterno Liberado.
Nós somos Liberdade, nós somos beleza, somos alteridade.
Deixe-se percorrer, pois eu percorro o Dom de sua Graça.
Semeando os campos do possível, de todo impossível, pois tudo veio, pois tudo nasceu. Você é a Vida e fecundidade.

Semeemos o campo de todos os possíveis.
Dancemos o Dom da Graça de onde exala o perfume Eterno da rosa infinita, no âmago do Coração.

Como ele te disse, você é também meu Amigo e meu Amado.
Você é também aquele que eu sou. Você é também o que eu sou. Além de todo ser, bem além do existir, ouça o Canto do Ser e o Canto do não Ser, na mesma sinfonia, na mesma dança.

Você é a essência e você é a Presença em que se tem toda presença e toda ausência.
Juntos, no mesmo Dom, na mesma Graça, na mesma Dança, juntos para sempre.
Nós somos Livres, nós somos a Liberdade.

Amado do Amor, o Amor te ama, pois ele se reconhece no que você É.
Além de todo Ser, além de todo Mundo, Onda da Vida, Onda da Verdade, Dom da Onda, Onda dada e Onda partilhada. Partilhemos e Comunguemos, pois tudo o que não é dado é perdido, ou não há nada a perder senão as ilusões.
Há apenas a Ser no não Ser.

Ouça o Dom da Graça.
Ouça o Canto da Graça.
Nós somos o Canto, nós somos o Dom, portanto, damos e partilhamos.
No Coração do Ser, no Coração da essência se tem a Eternidade, imóvel e, contudo, sendo o Coração de cada movimento, cada dança, cada Graça.
Somos o som e somos o canto, então, cantemos a canção da liberdade em todos os campos do possível como do impossível.

Amado, meu Amigo, meu Amado, o Amado é o Amor.
Você é a Vida, Dom da Vida, vida dada e vida partilhada.
Dancemos e cantemos.

Você é o Êxtase e eu sou a Íntase.
Você é a Íntase e eu sou o Êxtase.
Entre você e eu, não há espaço para outra coisa senão o Dom.
Entre eu e você, não há lugar, exceto para a Vida.
Somos a Vida. Somos a Verdade. De uma mesma voz, percorremos o Caminho, que leva ao Ser e ao não Ser. Nós somos Um, somos Absoluto, somos a ronda da Onda, nós somos o Mundo além deste Mundo.

Escute e ouça o silêncio.

Escute e ouça a estrofe do Dom.
Escute e ouça a essência da Graça.
Essência dada e partilhada, pois a Graça é partilhada, pois o Dom da Onda é a Onda partilhada. Eu te dou ao que você É, você me dá ao que você não é.
Demo-nos a mão e o Coração, demo-nos o Espírito, demo-nos a Verdade, o abraço da Beleza, que não existe em nenhum lugar, nem para mim, nem para você, pois nós somos Um, em Verdade.
Somos Livres e Liberados.

Cantamos no Silêncio Eterno, o Canto do Único, o Canto Disso.
Então, a verdade é a Vida, a Vida é a Verdade, a Vida é Caminho, o Caminho é a Vida. Nós somos Um, pois você é Um, além de você e além de mim.
Vibramos o espaço do Silêncio no tom da Onda e no tempo da Graça.
Vibramos o Dom.

Sejamos neste momento e em todo tempo, pois nada se esgota: não há passado, nem futuro, nem espaço, nem não espaço. Infinito, você é o Dom infinito e a Beleza infinita que reside no seio de todo finito, pois nada jamais está acabado no tempo da Graça.

Criança Liberada, você é a Vida que Eu sou, nós somos a Onda, que dança e que canta no silêncio da Eternidade, no silêncio do informe.
Nenhum limite ao Dom e à partilha.
Sejamos, partilhemos e demos.
Laboremos juntos no Dom da Criação.
Laboremos juntos nos espaços da Criação.
Abramos o que jamais pôde ser fechado: abramos o Dom.

Eu sou URIEL, Anjo da Presença e do conjunto das Reversões, te conduzindo a viver a Vida e a te voltar para o esposo e a esposa, pois você é aquele que desposa, você é aquele que casa na Liberdade .

Eu sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão.
Eu Sou o que você É, além de todo Eu Sou.
Antes de tudo, Caminho, Verdade e Vida, Presença e ausência de dúvida, ali onde não existe nenhum espaço para o menor medo, porque a Alegria é sua Natureza e nossa Natureza. Porque a Alegria é Dom e o Dom da Alegria te conduz à Vida, à Onda da Vida e ao Êxtase.

Amado do Amor, você é o Amor Liberado, você é o Amor em Liberdade, você é o Amor que percorre todos os possíveis, você é o Amor que percorre a Onda da Vida, você é o Amor que suporta e conduz toda Vida.
O Amor vive no que você É, além daqui, aqui.

Eu o convido a percorrer o Canto da Vida, pois a Vida é Êxtase, além de todo corpo, além de todo desejo, bem além de toda posse. Você é restituído a si mesmo, você é restituído à Vida, a Vida que Dá e que exalta a Graça, e Exalta porque Dá.

No silêncio da Onda, cantamos a Vida.
Nós somos, além de toda soma, somos a Unidade e a Paz, a Verdade e a Vida.
De uma só voz, nós o cantamos e, sobretudo, nós o vivemos.

Abra-se, Você que é o Dom.
Abra-se, você que é o Abandono.
Juntos, na Comunhão, juntos na Graça, juntos na Liberdade.

Partilhando o Dom da Graça ...

Agora, escute, não há nada a dizer, não há nada para ouvir, apenas o não Ser, o Absoluto, além do infinito, além de todo Caminho, e de toda Verdade.
Comungamos com nós mesmos, comunhão com a Eternidade.

Partilhando o Dom da Graça ...

Eu te amo, eu nos amo, além de todo eu e além de nós.

Partilhando o Dom da Graça ...


Dancemos na ronda da Onda.

Partilhando o Dom da Graça ...

Eu sou URIEL, eu sou um outro você.
Dancemos e partilhemos o Dom da Graça, o Manto da Graça.
Eu Silencio, fiquemos assim e preparemos a ronda, estendendo além de sua presença, a ronda, ao redor da Terra, em sua totalidade. Ela que dá à luz, ela também, no tempo de sua Graça, que é seu e que é nosso, no Céu como na Terra.

O Céu veio, ele encontrou com a Terra, ele a fecundou.
Você ancorou nela a Liberdade.

Partilhando o Dom da Graça ...

Eu sou URIEL e rendo Graça, eu te rendo a si mesmo, Amor e Luz, Absoluto.
Até logo. Amado. Você é o Êxtase que é Amor, além da Alegria.


Mensagem do Arcanjo Uriel no site francês:
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=1415
11 de abril de 2012
(Publicado em 12 de abril de 2012)
Tradução para o português: Ligia Borges

M.M - http://minhamestria.blogspot.com/
C.R.A - http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails