((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

UM PRESENTE DA GISELE - OS TESOUROS MAIS VALIOSOS

Um presente da gisele - os tesouros mais valiosos

Thaís: Nossa querida amiga e leitora Gisele (Angel Gaia) nos presenteou com este comentário na postagem: "A HISTÓRIA QUE NÃO FOI CONTADA" do blog Sementes de Sírius.



Angel Gaia disse...

Tudo isso toca profundamente minha alma e me dá forças para seguir em frente. É um passo muito dificil já que sou professora e historiadora. Portanto, sei bem quem sou, os caminhos que estou a trilhar por amar demais nossa Casa. Isso traz problemas complicados que estou disposta a enfrentar a cada dia em nome de nossa Nova Terra, de nossa Ascensão como um organismo único compostos de células originais (as famílias de Nações).

Acho que posso ajudar um pouco com um relato já feito tempos atrás. Há muita coisa nova depois deste relato que fui tendo acesso conforme me foi permitido. Com todo carinho e dedicação, espero que possamos trilhar juntos uma vez mais nossos caminhos e liberar os Discos Solares que tanto temos a ver nos dias atuais.

Amorosamente:

Angel Gaia

"Porque uma vez mais
Por mais uma vez na história
O laço que trazemos na memória
Nos leva denovo àquele cais

Mar de Grandes Mistérios
Profunda sabedoria esconde
No teu leito antes dormente
Acorda teus filhos e nossa mente

Ainda sinto o cheiro das rosas
das cores de nossa casa
Do brilho do céu iluminado
Tudo guardado no Passado

Salutare ashemare Atlantis!

Cara família das nações, filhos amados de Gaia, Filhos de Aion (sobreviventes do cataclisma), guardiões Ancestrais, meu coração se alegra ao vê-los despertar após longa espera, incontáveis dias e sonhos.

Me chamo Ana Frost, sacerdotiza do inesquecível Templo da Cura e Regeneração. Quanto esperava por estar aqui. Muita coisa ainda permanece em mistério, não é? Até mesmo dentro de mim, minha diferente existência nesse espaço-tempo, foge um pouco a minha memória.

Quero registrar aqui uma "lembrança viva" que tive hoje.
(Escrevi isso dia 22 de Abril de 2010 logo ao acordar, e contei a história a uma das nossas amigas, lançando a conversa no grupo Visões e Sonhos.)

Eram 6h da manhã quando estava acordando e, com os olhos abertos, pude ver através do olhar do coração, uma cena antiga.

Estava em pé dentro do barco ancorado num lugar que havia sido belo... Mas o que via naquele momento era algo degradado e pouco seguro. Olhava o início do embarque de grandes caixas.

Meu coração estava aflito. Estava ali sob o comando de Aion. Desde aquela época sentia o pulsar da Terra; o que ela sentia, ou se transformava.

Estávamos ali para embarcar o que havia sido deixado para trás. Eram tesouros de Atlantis. Nossos tesouros não significavam ouro e prata. Os tesouros eram sabedoria e tecnologia. Os Cristais-Mestres estavam a salvo há algum tempo; com excessão de um.

A missão do Grupo de Aion era buscar essas caixas e não me deixar envolver em confusões. Me recordo que fui de teimosa, ajudar na missão. Sempre amei meu marido, minha alma gêmea, e juntos brilhamos como nunca.

E eu estava com o coração aflito por sentir algo a mudar. Lembro que Elizabetti estava na parte interior do barco, era importante e nossa familia estava lá pra recuperar isso.

Mas depois de subir duas caixas o tempo mudou repentinamente e tudo parecia que ía ser destruído pelos tremores, pelas chamas e ventos. Paramos o serviço preocupados e quase não acreditando que estávamos no meio daquilo tudo. Muito desespero e gente fugindo por todos os lados, mas haviam muitas crianças em volta chorando. Aion estava olhando para isso e se virou pra nós. Não precisou dizer muito, pois já sabíamos qual seria a atitude. Ele se virou e disse: "Já sabem o que temos que fazer, não é?" E todos que estavam dentro do barco concordaram.

Jogamos as caixas que já estavam no barco no mar e começamos a pegar as crianças. Foram um total de 19, todas assustadas e grudadas em nossa família. Quando terminássemos a missão deveríamos voltar pra um determinado ponto no mar que as naves Alfa e Ômega estariam a espera.

Quando nos lançamos naquele mar bravio, a luz violeta que saía de Aion e a Dourada que saía de mim apontaram o caminho nos ligando diretamente às naves.

Foi muito difícil cruzar essa tempestade, mas conseguimos. Quando chegamos no ponto marcado, as naves desceram e alguem de dentro delas nos perguntou sobre onde estavam nossos tesouros, nossas raízes.

Houve um silêncio no barco, até que ele mesmo, que era responsável naquele dia pela missão, respondeu:

- "Nossos tesouros mais valiosos estão aqui conosco, em nossos braços, em nossas pernas, firmes em nós. Esses são nossos maiores tesouros, Senhor! Não há tesouro maior que estes. Nada substituiria a perda de um deles. Aqueles tesouros que afundaram no mar não tinham tanto valor quanto estes que trazemos aqui. Um dia nos lembraremos de toda sabedoria e tecnologia que deixamos pra trás. Teremos orgulho de ter feito a escolha certa".

Lágrimas escorreram dos meus olhos tanto no momento que vivi, que me lembro hoje e estou contando a quem está lendo isso. Depois disso as naves recolheram 15 crianças, porque 4 estavam grudadas a nós.

Essa atitude fez corações brilharem e aparecerem mais luzes no céu.

Deixe-nos ajudar vocês com nossa Luz e nosso orgulho de sermos parte de vocês, de sermos sua casa.

Sei que ao final as luzes foram em direção à Atlantis decadente e resgataram mais gente.
Quanto a nós, fomos erguidos e levado para América do Sul e essas crianças ganharam um nome: Filhos de Aion."

Gisele

http://minhamestria.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails