((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

terça-feira, 1 de novembro de 2011

SÉRIE: UMA CONVERSA AO PÉ DO OUVIDO - SÓ TEM MALUCO (2) - ANTHONIO MAGALHÃES

SÉRIE: UMA CONVERSA AO PÉ DO OUVIDO - SÓ TEM MALUCO (2) - ANTHONIO MAGALHÃES



Este segundo texto desta série é para compatilhar um pouco de como é esta selva de despertantes, sobretudo, esta fauna bem variada. A começar por mim, pois todo maluco se acha normal e jamais reconhece suas neuras. Neuras, eu? Não, não, tenho isso não.

Lembro-me bem de cada processo de desenvolvimento ao longo dos últimos 15 meses, sobretudo, do momento que compreendi que era um legítimo 3DD e como eu fiquei assustado ao me reconhecer na matrix. Este era o meu momento, momento de sair da ilusão e começar a caminhar em minha direção, o caminho do “despertar”.

A cada dia com novos aprendizados eu me sentia cada vez mais lúcido. Uma vez lúcido, meu comportamento teoricamente era bem mais “civilizado” no real sentido da palavra, pois, do conceito alimentar, até eu não conseguir mais matar um inseto. Tudo mudava e eu percebia as mudanças que muito me faziam bem, ou melhor fazem. Não demorou muito e como 90% deste caminho é nutrido através do universo virtual, comecei a encontrar alguns caminhantes que passavam pelo mesmo processo, e todos sem exceção, tinham uma imensa necessidade de encontrar loucos parecidos e comparar sintomas e experiências.

A minha etapa seguinte foi criar este blog, o objetivo era agrupar cada texto ou canalização que me trazia algum aprendizado. Não satisfeito, o maluco que vos fala começou a “gritar em voz alta” (doida e proposital redundância), expressando suas opiniões e, já, naquela época, reclamando de uns malucos acomodados, pois neste caminho ninguém pode ficar parado. Neste período este blog começou a ser uma fonte de alimentação e tratamento de malucos. Pois quem começa a beber desta fonte chamada MM, fica viciado pra valer e nunca mais volta ao “normal”. Isso aqui é tão doido que até aqueles que reclamam o tempo todo não largam essa cachaça.


Um belo dia o maluco mor do MM resolveu colocar seu msn e e-mail pra compartilhar e ajudar os malucos que chegavam. Ahhh que loucura, o que mais tinha era gente procurando um “porto serguro de doidos varridos”. Apareceu de tudo que algum doido criativo consegue imaginar. Apareceu loucos além da criatividade de Erasmo em “Elogio da Loucura”.
Literalmente eu me sentia nos corredores de um hospício quando abria os e-mails que recebia, cada e-mail parecia uma espiada em cada cela da ala “radical” de um manicômio.

Num outro belo dia eu compreendi que com maluco você tem que ser mais maluco ainda, pois só assim eles te entendem. E sendo assim, eu consegui começar a me comunicar com eles e falarmos a mesma língua. Pois todos queriam sair da matrix e a estrada é a mesma para todos com cada vez mais loucos seguindo-a.

Tem malucos de todas as cores, malucos que vieram de vários credos, malucos com manias bem diferentes, malucos desconfiados, malucos com muito medo, malucos radicais com tendência suicida, malucos agressivos, malucos sonsos, malucas devassas (um montão), malucos que fingem canalizar, malucos que só pensam em faturar com a loucura alheia, mas também tem malucos amorosos, malucos divertidos, malucos inteligentes, malucos sérios, malucos doces, malucos coloridos e malucos multifacetados. Que delícia de maluquice!


Curiosamente eu tenho que fazer justiça a um grupo específico de malucos. São aqueles considerados Malucos Arco-íris ou malucos coloridos, são malucos que se desprenderam dos conceitos sociais e amam uma alma sem se importar com o sexo físico delas, estes, são os menos malucos na melhor concepção da palavra. São as maiores evidências de bom senso e equilíbrio, são corações lindos que amam na essência do verbo. Aqui não faço nenhuma sugestão de reflexão, é apenas uma justa constatação e nem me importo em querer compreender alguma lógica. Com estes malucos eu aprendi muito observando-os de perto. Neste caminho de doidos, só com o coração aberto que conseguimos compreender as coisas, e quando os malucos coloridos começaram a chegar, eu abri meu coração para cada um sem me importar com o que eles se afinizavam. Mesmo sendo um maluco alfa dominante e latente, e adoro transpirar isso, conviver com os coloridos me fez aprender que aquelas cores significam uma maior diversidade de compreensão destas almas imensamente generosas quando o assunto é o amor fraterno. Salve os malucos coloridos!

Agora vou falar dos Malucos Raivosos, eca. Tem muitos entre os leitores. Estes ficam na espreita, doidos pra morderem alguém e não importa o motivo. Eles têm um complexo de inferioridade exacerbado e não compreendem que seu mal humor é explicado quando eles mordem o próprio rabo, falei de rabo no sentido animal mesmo. Aqui no blog identificamos como aqueles que nunca deram um sinal de vida, nem um “oi amigos”, mas quando menos esperamos, eles surgem babando ira e mal humor. Coitados destes doidinhos, seus gritos de revolta sempre depõem contra eles. Mas são amados por serem guerreiros em potencial, só precisam ser domados, por eles, é claro.

Agora eu vou falar das doidinhas, é, vou falar das Malucas Devassas...rs.
Sai de baixo, elas atropelam tudo, eles vêm disfarçadas de amorosas irmãs de caminho e na primeria oportunidade mostram suas garras. Ai Jesuiiiiis! Compreendo-as perfeitamente, mas não gosto de ser a cobaia desta prática, não, não dá pra encarar. Elas são muito instáveis, falam que te amam como irmão e 15 segundos depois te ordenam que arrie a cuequinha. Sentiram a barra? Muitas destas veneram Ashtar Sheran como um mito sexual que diz: “Sexo, ops, paz em todos os quadrantes”. E como maluco fugitivo de devassas malucas, eu recomendo que elas parem de fazer as chaves metatrônicas. Benza Deus!

Malucos Sem Noção – No meu caso, a minha casa (MM) está sempre aberta a todos. É aberta mas não é um serviço de utilidade pública, muito menos um espaço com regime democrático. Não sou obrigado a aturar nada ou ninguém. Aqui quem manda sou eu, democracia é um regime ultrapassado com mais de 2.600 anos, mas se acho a demo uma porcaria ultrapassada, isto não quer dizer que sou simpatizante das limitadas alternativas de 3D. Então, nesta casa há organização e todos que se comportam bem são muito bem-vindos. Os malucos “Sem Noção” são literalmente sem noção, são aqueles que entram em sua casa sem serem convidados, abrem a sua geladeira, comem e bebem o que querem, não satisfeitos, saqueiam tudo que está ao seu alcance. Depois entram no seu quarto e deitam em sua cama e dormem o tempo que querem. Depois de tanto comerem e se fartarem, o dono da casa (eu) falando com outras pessoas (na área de comentários), estes “espaçosos mal educados e sem noção”, acham-se no direito de fazer julgamentos baseados em suas deduções limitadíssimas sobre alguém que eles sequer conhecem. Mas se esquecem que aquele espaço (MM), foi construído pelo dono da casa que, o espaçoso depois de tanto comer, beber e dormir, está falando mal. Estes, jamais deram um “oi”, jamais agradeceram pelo menos uma de milhares de leituras que certamente o acrescentaram. E quando algo está fora da sua lógica de compreensão de certo ou errado, eles se acham no direito de reclamar, ou seja, tá de rabo cheio, comeu tanto que teve um mal estar e quer colocar a culpa disso no dono da casa e não percebe o seu comportamento estúpido e egoísta.
Observem alguns na área de comentários.

Malucos Oportunistas – Falarei dos dois tipos mais evidentes. Aqui no MM eu disponibilizava com muita satisfação um espaço para qualquer pessoa que queira compartilhar as suas experiências ou mensagens do seu coração. Bastava enviar para o mail do MM e com muito prazer eu publicava. O primeiro dos malucos oportunistas, são aqueles que elaboram um texto aparentemente bem escrito, vazio e com uma extensa linha de créditos, ou seja, tudo que ele quer é a divulgação do seu trabalho para receber clientes em potencial. Eu não tenho o menor problema em divulgar o endereço de um site ou blog, mas quando acesso e vejo o objetivo do indivíduo, eu simplesmente não publico e ponto final. Agora falando do outro tipo de maluco oportunista. É aquele(a) que quer demonstrar intimidade com o responsável pelo blog, falei daquela tentativa forçada para tentar se projetar. Este tipo de maluco(a) manda um texto todos os dias, tenta investir de todas as maneiras na projeção do seu nome, só que, sem véu me atrapalhando eu enxergo tudo, e neste caso, eu boto pra correr.

Malucos Malas Sem Alça – Estes são a maior representação dos chatos. Chato é pouco, estes são cheios de conceitos e padrões que dão nojo em qualquer ser que tem uma vaga noção de liberdade de expressão. Confesso que durante um bom período eu escrevia com todo cuidado, era extremamente detalhista nas colocações, justamente para que estes imbecis (constatados) não levassem suas conclusões para o lado absurdo de suas podres mentes limitadas. Qualquer ser que percorre este caminho, compreende perfeitamente o sentido da vida quando alcança o entendimento sobre não existir o certo ou o errado, ou melhor, quando ele alcança isto, não há mais o certo ou o errado, obviamente que estes conceitos são excluídos de tudo em sua vida, se são excluídos, então FODA-SE o que os malucos malas sem alça vão pensar, “FODA-SE” mesmo. A melhor conclusão é que um dia eles vão chegar neste estágio e vão lembrar que durante muito tempo se comportaram como idiotas. Aquele que está lendo agora e torceu o nariz quando leu a linda palavra “FODA-SE” é este tipo de CHATO PRA CACETE. E quem riu e se divertiu até aqui eu dou parabéns pelo bom humor e leveza da alma.

Malucos Sonsos - eis um grupo muito perigoso. Estes são os mestres da teoria politicamente correta. São sorridentes e mostram-se solícitos a tudo e a todos. São imprevisíveis como uma serpente ávida para dar o bote. Recentemente eu vi esta cobra em ação querendo me picar. Me assediou insistentemente, recebeu um educado “NÃO, obrigado, sou comprometido”, se desculpou educadamente demonstrando respeito, e na primeira oportunidade voltou a pegar pesado de maneira chula.


Malucos The Flash (os apressados) – Estes chegam com uma incrível rapidez, mas da mesma maneira que chegam, da mesma maneira vão. Eles chegam na área de comentários e pedem explicações como se fossem a “dinvindade” ordenando esclarecimentos. Pensam que 2.500 textos, alguns com até 40 páginas, podem ser resumidos em poucas linhas para satisfazer-lhes. Basta falar: vai ler preguiçoso(a) que logo eles desaparecem a toda velocidade.

Malucos São Tomé – São aqueles desconfiados que mantêm metade da bunda na 3D e a outra metade na 5D, esta metade na 5D é o que eles pensam, esta banda da bunda fica no vazio mesmo. Conviver com estes inseguros é muito difícil, eles são desconfiados de tudo, são pessimistas e perdem a noção da lógica quando se expõem e não percebem. São os que mais fazem perguntas, mas fazem para alimentar mais ainda as suas inseguranças, pois estes em nada acreditam, nem em suas melhoras. São aqueles que se cagam de medo de tudo, sobretudo, dos reptilianos. Mas se comportam como um monstro, pois nem os reptilianos são como estes que têm dificuladade de compreender que todos progridem, inclusive os reptilianos e eles.

Malucos Suicidas – Infelizmente tem. Recebo alguns pedidos por mail que são tão absurdos que parecem em suas descrições, grandes piadas. Antes eu ficava no dilema desconfiado dos extremismos que poderiam ser blefes ou insanos me testando. Mesmo assim parto pra solução. É trabalhoso e delicado, mas tento. Quanto aos resultados? Para mim tanto faz, pois fiz o que pude e jamais deixarei de dormir por alguém que não se ama e investe estupidamente contra si. Compreendo este processo como poucos, então o que parece frieza pra uns, é respeito ao livre arbítrio (mesmo sendo uma lei de confinamento) para poucos. Assim é.


Chega de Malucos, saibam que há muitos outros tipos, dos divertidos aos perigosos, mas vale aqui o meu registro sobre uma monte de maluquinhos que diariamente eu convivo. A grande maioria despertaram recentemente, são tão fortes, tão belos em suas caminhadas que nos estimulam a acompanhá-los. Eles estudam juntos, são grandes exemplos de irmandade, de respeito e amor. Eles já respiram a Nova Dimensão e estão se preparando para assumirem posições de acordo com suas brilhantes capacidades. Alguns despontam na área de comentários com firmeza e luz em suas palavras. Adoro, admiro e os reverencio. Fico de longe observando suas iniciativas e sorrio em alegria. São estes que fazem valer aturar todos os outros malucos, pois até os radicais estão bem próximos do caminho, basta pequenos acertos.

Este texto serve para que muitos tenham uma “PEQUENA” noção de que ter um bloguinho é muito mais do que copiar e colar alguns textos. Seguir nesta estrada é muito mais difícil que circular entre os adormecidos, pois seguem neste caminho os Malucos de todas as espécies, inclusive a minha.

O mais bonito de tudo é que todas as almas que sustentam todos os tipos de malucos estão voltando a ser puras, a única diferença entre elas, é que umas estão sufocadas pela personalidade (ego) dominante ao contrário da pureza do coração que é por onde as almas se manifestam. Alma + Espírito = voz do coração.

Quero distância dos malucos perigosos, mas certamente nossas almas se encontram e se amam no segundo plano (estado de sono) todos os dias para combinarmos uma maneira eficaz de seus corações se manifestarem cada vez mais, e eis aqui um pequeno exemplo combinado.

Todos somos literalmente UM.

Anthonio Magalhães

http://minhamestria.blogspot.com
http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails