((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

NOS COMENTÁRIOS DO MM: CIRA MUNHOZ E ANTHONIO MAGALHÃES

nos comentario de MM.



Anthonio: Recebi um nobre comentário no texto: "FIQUEM POSICIONADOS - URIEL". O assunto rendeu e resolvi transformar (autotizado) nesta postagem para compartilhar algumas idéias que fazem parte da realidade de muito poucos. A linguagem é livre entre duas pessoas que não se preocupam com pudores e egos que reagem ao que lhes afronta. Considero honestidade falar sem usar "palavrinhas rosadas" para agradar àqueles que têm dificuldade em ler palavras livres de conceitos e opiniões.

********************************************************

Nos comentários, Cira Munhoz disse:

Anthonio e Thais, Uriel e todos os que estão atentos ao grande trabalho de reforma interior deixo hoje uma pergunta.
Venho esperando por esse apito bendito e na grande maioria das vezes sinto que o meu tênis é o meu numero exato e que estou no caminho, indo a passos largos. Porém, em alguns momentos sinto o tênis grande demais para meus pezitos, sinto que ainda falta muito para chegar ao minimo necessário para o trabalho que vim fazer.

A pergunta é: Isso é coisa só minha, dessa cabecinha por vezes vacilante ou todo trabalhador da luz passa por esses questionamentos? Será que todos têm a certeza o tempo todo de que estão prontos?

Aguardo a resposta e possíveis puxões de orelha.
Anthonio, como te acho muito lúcido deixo aqui minhas orelhinhas para serem puxadas. Raaaaasga o verbo tá?

Não duvido de minha mestria, as vezes questiono se eu a uso corretamente.

Obrigada a todos.

Cira

*******************************************************

Anthonio em reposta por e-mail:

Oi Cira.

Eu também penso como você, falta muito ainda para estarmos realmente prontos. Se, ascendermos hoje, mesmo assim continuaremos caminhando e aprendendo. A sua consciência do mínimo necessário que você sente ainda faltar, é o grande combustível com base na humildade e a abertura para você se permitir crescer e aprender cada vez mais.

Quanto à sua pergunta sobre este questionamento de todos os trabalhadores da luz, você tem toda razão. Todos, todos temos este questionamento, mas pouquíssimos fazem uso de maneira proveitosa aos seus aprendizados. Muitos se acomodam, alguns lêem meia dúzia de canalizações e já falam em luz e se dizem prontos para os trabalhos. Triste delírio, pois nem sabem o significado de “abandonar à luz” e “UNIDADE”.

Uma vez na sala de estudos do paltalk eu fiz a seguinte pergunta a todos:
“Quem se acha pronto?”
Presentes, eram mais de 30, mas mais da metade se disse pronta, só que, esqueceram o que foram fazer ali na sala de estudos. Nos minutos seguintes reforçamos outras perguntas questionando se estão prontos mesmo, e o que eu não tinha a menor dúvida, ficou mais do que evidente. Eles estão prontos somente da boca pra fora.
A grande lição seria essa cambada de “prontos”, ou melhor, iluminados com lanterninha do Paraguai, agradecer aos Céus toda vez que os planos são prorrogados.

Agora vou “implicar” com uma frase sua: “Não duvido de minha mestria, as vezes questiono se eu a uso corretamente.”
Que frase doida hein!!! Você não duvida da sua mestria, mas as vezes questiona se sabe usa-la...rs...rs. Me lembrei da frase que os repórteres esportivos usam: “Eu tenho a NÍTIDA IMPRESSÃO que a bola entrou”...rs...rs.

Eu lhe digo: Não duvide mesmo, não se questione em hipótese alguma, pois, questionar é dúvida = dualidade. E onde há dualidade não há mestria, a mestria é a manifestação da UNIDADE.
Assumindo-a, esqueça o “corretamente”, pois qualquer ação sua é um ato consciente, e FODA-SE se alguém vai lhe compreender ou não, faça e pronto.

Ter cuidado com as ações e palavras, por se preocupar com aqueles limitados “bolas de ferro”, é um grande obstáculo em nosso caminho. Imagine o que eu passo na linha de tiro deste blog, faço o que tem que ser feito, falo o que tem ser dito e uso muito bem o FODA-SE ligado no máximo.

Meu trabalho e minha obra com quase 100 textos completamente alinhados e escritos muito antes de muitas canalizações que, posteriormente, de idiomas e países diferentes confirmaram tudo que escrevi, são as melhores respostas para qualquer frustrado e supostamente “preparado” possa questionar. E o que sobra para eles? Me atacar, reclamar falando do meu estilo de comunicação com julgamentos pessoais, pois do conteúdo eles nada tem a falar, nada podem questionar.

Isso é rotina na caixa de mails do MM. Gente que nunca falou comigo, nunca me viu, pouco sabe do meu trabalho, nunca me leu e pensa que pode falar alguma coisa de mim. Senhoras que dizem ter idade para ser minha mãe, homens experts de todas as áreas e idades, e mais um monte de loucos que se acham no direito de aconselhar usando o “certo ou o errado”, ou seja, nem sabem o que falam, nem imaginam o que significa UNIDADE, e, se, é UNIDADE, não existe o certo ou errado, bom ou ruim, bem ou mal.

Esta semana um chato me enviou um mail com base no certo e errado criticando tudo que faço, minha resposta: Me mostre algum trabalho que você fez até agora? Nenhum, então, este e todos os idiotas que nunca fizeram nada, não têm MORAL para criticar o trabalho de ninguém. E estes sem vergonhas, continuam visitando o blog e não param de roer o osso que ofereço a eles.
Deu pra ter uma idéia dos “preparados” que me enchem o saco?...rs...rs.

Falam, me xingam e me odeiam, sim são os egos deles, pois suas almas vêm ao astral se desculpar comigo e dizem que me amam. Isso é mágico, lindo e divertido.

Cira, eu acompanho os seus comentários, leio lucidez, leio bom senso e leio sinceridade e verdade, e isto aflorado, é a sua mestria ocupando o seu coração, ou melhor, o seu Eu Superior sobrepondo-se à sua mente. Eu leio cada comentário do MM, pois sou eu quem os libera, posso te dizer categoricamente que, falta honestidade na grande maioria. Falo de honestidade consigo mesmo, pois os egos também fazem comentários teoricamente bonitinhos para manter muitos acomodados pensando que de alguma forma contribuem e estão evoluindo.
(esta foto é apenas uma brincadeira)

O lado difícil de estar em UNIDADE, é ter que ir à dualidade para compartilhar e fazer o meu trabalho. Eu vejo a hipocrisia com facilidade, e isto é difícil de ficar passivo. Eu vejo o tempo se esgotando e eles dizendo que estão melhorando, estão estudando e estão planejando tudo de acordo com suas prioridades. Não fazem nada além de manifestar a intenção, ação que é básico, NADA. O nome disso é ego-ísmo, pois qual é o sentido de estudar estes assuntos? Encher-se de informações para salvar o próprio rabo? É óbvio que um plano superior não enviaria idiotas de dimensões superiores para somente caminhar num mundinho inferior de 3D. É claro que todos vieram para TRABALHAR, mas antes eles têm que crescer, aprender e alcançarem as suas mestrias. E depois ainda se acham no direito de reclamar dos adiamentos dos eventos. A culpa dos atrasos é deles, pois não são capazes de salvar o próprio rabo por estarem atrasados em suas acomodações.

Moral desta nossa historinha: quem se preocupa em ser “hipocritamente amoroso” com uma cambada de egos acomodados e sem vergonhas, acaba contribuindo para que eles mesmos afundem mais e mais. Já, aqueles que lutam, trabalham e não tem medo de se expor às estúpidas compreensões limitadas de acordo com as carapuças que eles vestem, são criticados, xingados e incompreendidos por almas pequenas e covardes. Covardes porque nada fazem por si e continuam imersos na ilusão. Pois suas reações é o mais evidente sintoma de seus estágios retrógrados

É isso, a saga de quem caminha sem hipocrisia, dura, pesada e ácida, porém, bem divertida, pois sem bom humor, eu já teria mandado “amorosamente” todos eles tomarem no ......rs..rs.
Esse papo rendeu, gostaria de saber se você me autoriza a criar uma postagem com este material, e se autoriza, devo manter seu nome em sigilo ou pode ser Cira mesmo?

Aguardo a sua resposta e obrigado por compartilhar as suas dúvidas, eu aprendo com isso.

Um grande abraço!

Anthonio

*************************************************************

Em resposta ao e-mail, Cira disse:

Salve, Salve, Anthonio meu amigo-irmão de caminhada. Acabei de ler teu e-mail e digo sim. Faça a postagem e se achar viável coloque sim meu nome. Muitos têm dúvidas e medos, mas nem todos tem coragem de falar e se dizem prontos. pra que? vai-se saber.
Nunca tive medo de mostrar a cara.

Coincidências não existem. Antes de ler teu e-mail enviei um comentário-resposta à minha pergunta. E assim que enviei o cometário meu e-mail abre com tua resposta.
Use desse comentário resposta e de minha pergunta como melhor lhe aprouver.
O que me levou a responder minha pergunta foi um texto da Thaís (COMPREENDENDO OS ALERTAS)... eita moça linda sô!

Sim Anthonio, faça a postagem, coloque meu nome se quiser.
Te agradeço por este e-mail, e por tudo que você representa na seara.
Meu abraço fraterno!

Cira Munhoz

*************************************************************

COMENTÁRIO-RESPOSTA:

CIRA MUNHOZ disse...

Dúvidas o que são senão o desejo de estar no caminho certo?
Inspirei profundamente como a Thaís nos falou e recomposta e preenchida vi claramente que não só o caminho que trilho é certo, porque quero acertar, mas que sou como sou e assim é o certo. Não tenho que deixar marcas por onde passar, tenho apenas que me livrar das marcas do eu, que ainda estremece num estertor final.
E inspirando e inspirada venho corrigir a pergunta e responder ao mesmo tempo. Uso sim de forma acertada a mestria que me cabe ( não fosse assim não seria mestria).
As vezes quero dar um salto quântico que está acima de meu estágio evolutivo.
Abençôo minha mestria porque sou perfeita como sou e ainda que ínfimo o trabalho que faço, são pequenos tijolos que moldo para a edificação do meu Eu Verdadeiro.
Abençôo a mana Thaís por mais uma vez ter sido a catapulta, a alavanca e o relógio-despertador que me ajudou a acordar de novo, a sair do sono do velho eu que as vezes teima em me pegar.
Acordada, inspirando e inspirada, respondo minha própria pergunta:
Não usamos a mestria correta ou incorretamente, a mestria nos usa de forma perfeita para sermos exatamente a perfeição que somos.
Presentão de fim de ano que servirá para que meu ano novo chegue realmente novo, sem resquícios do velho, do antigo, do embolorado.
Thaís... Anthonio...todos os membros do MM, a cada um meu agradecimento por cada postagem que tanto nos impulsiona a crescer. Saio de 2010 melhorada graças a todos vocês que acrescentaram mais despertar a minha consciência.
Parabéns a todos pela mestria, parabéns a mim também porque definitivamente sou mestre de mim mesma.

FELIZ 2011 – FELIZ VIDA NOVA!!

Cira

http://minhamestria.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails