((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

SÉRIE: COMPORTAMENTOS E COMPREENSÕES (1) - THAÍS VIDAL

Serie - comportamentos e compreençoes ...



Há pouco tempo tivemos aqui no MM uma situação que promoveu um excelente exercício de avaliação de comportamentos. As reações surgiram a partir dos textos:

ESTE BLOG VAI FECHAR?
OS BICHOS ESCROTOS SAÍRAM DOS ESGOTOS


Avaliar um comportamento não é julgar, é reconhecer exatamente o lugar e a posição que ocupamos e o que estamos fazendo para promover isso. É extrair a compreensão sem distorções e sem suposições. É permitir encarar o espelho sem nenhuma máscara.

Enquanto nos colocarmos em uma posição de defesa, não sairemos do lugar.

Ofender-se é escancarar as limitações de compreensão e fechar-se para qualquer possibilidade de crescimento.

Quem se ofende? Seu EGO. Quanto mais fúria dispersamos na direção do espelho que refletiu nossas ações, mais casca grossa, sólido e sem vergonha é o ego.

É uma constatação que a verdade dói. Mas que verdade é essa? É aquela que quando bate, expulsa de dentro para fora a sujeira e a podridão.

Quem está no caminho, quem está tranquilo e confiante consigo mesmo, usa essa oportunidade a seu favor e no seu crescimento. Sua fé e sua confiança só aumentam e brilham através de sua gratidão. A gratidão engrandece e fortalece quem a possui, refletindo seu brilho em todas as direções.

Vamos então aproveitar essa oportunidade para crescer e aprender. Diariamente trarei alguns exemplos de comportamentos e compreensões. Cabe a cada um observar a sua própria reação, ela vai mostrar muito sobre você mesmo(a).

Várias vezes enfatizamos que nos comentários também podemos aprender muito. Quando nos expressamos em palavras deixamos exposto nossas compreensões ou limitações. As pessoas ainda ofendem-se com a palavra limitação e com isso adiam cada vez mais seu crescimento.

Hoje trago dois comentários e dois exemplos. Com qual você se identifica? Essa resposta, se você SE permitir, é um ótimo exercício de reflexão sobre você mesmo(a). Faça bom proveito!

Thaís Vidal

Obs.: Os comentários serão reproduzidos e respeitados na íntegra com seus erros de português, vocabulários e expressões usadas.

**************************************************

A compreensão de um:

Anônimo disse...

Saiba Antonio,todos os GRANDES que passaram pela terra e que deixaram um rastro de LUZ,sofreram humilhações e desprezo,mas nenhum deles buscavam aplausos ou queriam impor a sua verdade,eles apenas acendiam a LUZ aqueles que não gostavam da LUZ Fugiam,escarneciam,zombavam,mas nem por isso eles deixaram de acender a LUZ;Sabe porque que?Porque não eram egoístas,vieram simplesmente para acender a LUZ neste mundo de trevas.O que VC quer?Aplausos?Que as pessoas aceitem a sua verdade?Que VC seja ouvido por todos? A meninho(Criancinha);Cresça primeiro,e aí quem sabe VC poderá ficar com os Adultos.Antes disso,crincinha,nenêm,precisa ser compreendido pelos adultos.VÊ SE ACOOOORRRDDAAAAA.

FREUD DISSE:
"Haverá um dia em que as pessoas deverão deixar de ser as crianças que sempre foram,deixar as ilusões de lado,enfrentar a vida hostíl tal qual ela se apresenta,e a isso eu(FREUD)chamo educação para a realidade."

Que tal NENÊM?

14 de dezembro de 2010 11:13

******************************************
A compreensão de outro:

cira disse...

AOS DEDOS EM RISTE!
Tudo bem que nem sempre ouvimos o que QUEREMOS ouvir, aqui no blog ou na vida, a coisa é a mesma, mas indubitavelmente ouvimos sempre o que PRECISAMOS ouvir.
Nunca a informação, questão ou assunto vem á baila se não necessitamos deles, pois o Universo conspira sempre a nosso favor nos levando diretamente ao ponto onde precisamos recomeçar, compilar, assimilar.
Muitos reagiram com extrema dureza (maldade) com corações reacionários e dedos em riste deixando claro que não entenderam ainda a lição. Demonstram assim que queriam um mestre e não encontrar em si o mestre. Carecem das muletas ainda e quando acham que a muleta quebrou a amaldiçoam.
Bando de levianos que um dia elogiam e paparicam e quando a gota transborda correm esbaforidos com medo de afogar-se na pequena gota de suas consciências ou de sua própria ignorância.
Meu protesto não é em defesa do Anthonio porque ele se basta e já demonstrou isso; meu protesto é por tantos conviverem com ele há tanto tempo e deixarem tão claro que apenas liam sem aprender, olhavam sem ver, fizeram ouvidos moucos às palavras dele, dos canalizadores, dos todos que se mobilizam minuto a minuto para que ACORDEM.
A lição que Anthonio tenta passar no blog é: sejam oleiros de si mesmos ( parafraseando Hanrei Won); mas o que ocorre é que a grande maioria prefere receber o vaso pronto e se não o recebem não sabem o que fazer com o barro que ganharam. E nesse barro se afundam e proferem em altos brados as suas verdades mal assimiladas e incompreensíveis.
Criticar é fácil, apontar o dedo é fácil e tantos o fizeram nas respostas e mentes.
O difícil meus senhores e senhoras é ficar a disposição da espiritualidade muitas vezes deixando de lado a vida pessoal na tentativa de ajudar e encaminhar quem quer ser ajudado.
A vocês que estão doentes e esperavam que o Anthonio tomasse o remédio por vocês, só tenho que lamentar. Curem-se a si próprios, olhem-se nos próprios olhos e se conseguirem enxergar alguma coisa lá dentro retomem o caminho. Pelos impropérios que li nos comentários acho que os dedos que apontam deveriam se voltar aos apontadores porque cobram um amor incondicional e demonstram que só aceitam o blog ou o dono dele se ele alisar as cabecinhas não pensantes, os corações carentes e as mentes supérfluas e vazias.
Dá-lhe Anthonio, use do mel o da espada quando se fizer necessário.
Mel as abelhas famintas da essência do verdadeiro Ser. Espada às víboras que finalmente tiram as máscaras. Afinal... caem os véus não é mesmo?
Cira Munhoz

14 de dezembro de 2010 12:51

***************************************************

Obs.: Os comentários são referentes à postagem: ESSE BLOG VAI FECHAR?

http://minhamestria.blogspot.com/
http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails