((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

sábado, 18 de junho de 2011

URIEL – 17-06-2011 - AUTRES DIMENSIONS

Uriel - 17-06-2011


Mensagem publicada em 18 de junho, pelo site AUTRES DIMENSIONS.

Eu sou URIEL, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão.

Bem amados Filhos da Luz, eu venho a vocês, por minha Presença em sua Presença, na Alegria da Unidade e do Amor, entoar com vocês o Canto da Liberdade, o Canto da Liberação.
O Canto da Terra e o Canto do Céu que se elevam são o Canto da Luz Una.
Presença na Luz, Presença no Si, revelando o Amor que não é outro que a Revelação da Luz, Canto da Criação e Canto da Unidade, em sua Presença desvendada e revelada, na Unidade e na Verdade.

Eu sou o Anjo que abre a boca, aquele que lhes permitiu realizar, sobre esta Terra, como em sua Presença, a Fusão do último Éter, preparando o último Cruzamento e Reversão.
A Penetração do Arcanjo METATRON, Revelação de sua Presença Una e de sua filiação natural à Fonte Una apresenta-se em vocês.

Eu trabalho na Vibração da Unidade da Luz, na Passagem de METATRON pelo mesmo lugar, aberto em sua boca e em sua garganta, revelando a Luz Una, Fonte de Alegria e Fonte de Vida Una, superando e transcendendo os limites da encarnação isolada e confinada.
A hora chegou de viver a Liberdade; a hora chegou de exprimir o Canto do Amor, Canto da Presença.

Elevem a Vibração, elevem a Consciência em seu Templo, aí, onde Cristo vem ao seu reencontro, aí, onde vem a alquimia, aquela da Luz Branca que os desperta para o Amor, para a eternidade e para a infinidade dos tempos, quaisquer que sejam as densidades de tempo, quaisquer que sejam as Dimensões, quaisquer que sejam suas origens, quaisquer que sejam suas Linhagens.

Filhos da Lei de Um, Filhos da Unidade, percebam o Canto, porque vocês são o Canto; percebam a Vida, porque vocês são a Vida; percebam a Unidade, porque vocês são a Unidade.

Presença, Alegria do Amor desvendado a ele mesmo, acolhendo Cristo, em Unidade e em Verdade, em sua Presença.

Canto de Amor revelando-se.
Milagre.
Milagre da Unidade, milagre do Despertar ao que vocês são, ao que vocês são de toda a Eternidade, para além do papel, para além da função, para além da pessoa.

Ouçam.
Ouçam o Canto da Alma em vocês.
Ouçam o Canto do Espírito em vocês, revelando-se, as Portas abertas conduzem ao afluxo da Luz Branca, revelando sua Verdade e sua Unidade.
Filhos da Lei de Um, a Lei de Liberdade, a Lei de Graça, para além da ação, para além da reação, estabelecendo-os no Ser, sejam o que vocês são.

Milagre.
Milagre da Alegria, que é sua morada de Eternidade em Cristo e por Cristo.
Ressoem.
Ressoem trombetas, ressoem Canto, revelem o Canto, abram as válvulas de seu Amor, abram as válvulas do Amor que vocês são.

Vocês são o Amor, a Verdade, o Caminho e a Vida, em Unidade e em Verdade.
Então, cantem.
Esqueçam.
Vocês não são o sofrimento, vocês não são a privação, vocês são a abundância no Canto do Amor da Luz Una, no Canto do Amor Uno.

Vocês são a plenitude.
Vocês são a vacuidade.
Vocês são o Tudo e vocês são a dissolução.
Vocês são o Alfa e o Ômega.

Voltem-se para dentro de vocês.
Manifestem o Um, porque vocês são o Um.
Nós estamos em vocês, nós, Verdade e Presença, Amor e Conclave, Presença da Verdade revelando-se, em majestade, em seus céus, em vocês, como nesses céus desta Terra.

Filhos do Um, Filhos da Verdade, escutem, agora, o Canto do Amor.
Escutem, agora, o Canto do Único, que vem desposá-los, porque vocês são apenas Ele, vocês são a totalidade.
Vocês são Ele, e isso é o Tudo.
Filhos, Filhos criados, voltando à Fonte da Unidade, voltando à Fonte da Alegria, vocês são a Fonte, vocês são a Paz.

Ouçam.
Ouçam a Paz, ouçam o Canto, o Apelo de METATRON.
As Portas abertas, derramam-se em vocês o Amor e a Fusão da Unidade, desvendando-os à sua Verdade, desvendando-os à sua Eternidade.

Ouçam.
Ouçam o Apelo.
Ouçam a Alegria.
Deixem a Alegria, porque vocês são a Alegria.
Nada há a reter.
Nada há que possa, no exterior de vocês, ser outra coisa que o que vocês são, em Verdade e em Unidade.

Filhos, Filhos criados na Graça da Criadora, na Graça da Fonte Pai/Mãe, reencontrados e Unificados.
Filhos criados, a hora chegou de cantar os Cantos de Louvor.

Ouçam.
Ouçam a Paz.
Ouçam a Verdade.
Ouçam o Amor que é sua natureza, que é sua Essência e que é sua manifestação, para além da Ilusão.
O Amor, o Amor e a Presença.
Presença em vocês.
Totalidade da Unidade revelada e escutada.

Ouçam o Apelo.
Realizem a Promessa e o Juramento.
O momento chegou, no instante da Graça, para além do passado e para além de qualquer projeção.

Saiam.
Saiam do que não é verdadeiro.
Entrem na Verdade, fonte de Alegria.
Entrem em sua Presença e na presença d’Ele, a sua e a nossa, unidos para sempre, ao Som da Unidade, ao Canto do Amor, ao Canto da Verdade.
Filhos, a hora chegou de arrumarem-se e de inclinarem-se no Abandono para o que vocês são.

Ouçam.
Não escutem nada mais do que o Canto da Unidade.
Não escutem nada mais do que a totalidade dos Universos revelando-se em vocês, porque vocês são o Universo e vocês estão unidos para Ele, como vocês estão unidos na Presença d’Ele e em sua Presença.

Presença que revela e desvenda o Amor, em sua nudez e em sua plenitude.
Transparência.
Transparência do Branco, elevando-os e chamando-os para a Alegria da Eternidade, enfim nascida, enfim desvendada.

Filhos, escutem e ouçam.
Vibração.
Vibração de Alegria.
Vibração de Fogo.
Fogo do Amor e Fogo da Esperança preenchida.

Completude.
Totalidade.
Expansão e dilatação ao infinito da Eternidade, ao infinito das Dimensões.
Nunca mais vocês serão separados.
Nunca mais vocês conhecerão outra coisa que a Felicidade da Unidade.
Nunca mais vocês serão confinados.

Saiam.
Saiam do inferno, saiam da Ilusão.
Penetrem, com graça, nos domínios da Graça.
Revelem-se, em Presença, na Presença d’Ele e em sua Presença, na Verdade do Único, na Fonte Una.

Filhos, Filhos criados, a hora chegou, no instante eterno da Graça, de manifestar e de desvendar.
Cantem o retorno à Unidade, cantem o Retorno à Luz, à Liberdade reencontrada.
Enfim, livres.
Liberados, se tal é sua Verdade.
Presença.
Amor.
Presença.
Presentes em vocês, presentes no Sopro e no Fogo do Amor, presentes na Unidade, vocês são Unidade.

Filhos da Lei de Um, Filhos da Presença, criados na Graça de seu retorno, voltem-se, vão para Ele, como Ele vem para vocês.

Respondam ao Apelo Interior de sua Presença.

Vocês são a Presença e a Verdade da Vida.
Vocês são o Caminho.
Vocês são o destino e a destinação.
Tudo isso vocês o são, de toda a Eternidade.
Transcendam os véus da opacidade, a que permanece ainda, o tempo que a Luz se revela, a fim de vir liberar a opacidade de seu peso e de seu entrave para o estabelecimento da Unidade de vocês.

Vocês são os Filhos da Eternidade.
Vocês são a Graça manifestada.
Vocês são a Graça confinada que se libera e que se afasta da densidade, reencontrando os Mundos da leveza, os Mundos da inocência na plenitude da infância e, ao mesmo tempo, na plenitude da Fonte, de sua antiguidade.
Filhos, escutem e ouçam.
Manifestem o que vocês são, porque vocês o são, de toda a Eternidade.

Graça e Verdade.
Unidade.
Amor e Verdade.
Presença.

Vibrem.
Vibrem ao Som do Sol liberado.
Vibrem ao Som da Terra liberada.
Vocês são a Liberdade.
Vocês são a Alegria, porque vocês são o que vocês são.
Como o Senhor METATRON disse, vocês o são, em Verdade.

Abram as Portas da Liberdade.
Abram as Portas da Alegria.
Abram as Portas da Unidade.
Resplandeçam, Sementes Estelares, abertos à Eternidade, nas estrelas visíveis e invisíveis.

Sementes, Sementes de Verdade, Sementes de Alegria, a hora chegou de germinar.
A hora chegou de recolher os frutos da Liberdade.
A hora chegou de recolher os frutos de sua Presença, estabelecendo-se nas Moradas da Eternidade, na leveza da Paz.

Filhos, escutem e ouçam o Apelo da Ronda dos Arcanjos.
Escutem e ouçam o Canto da Luz e do Amor, vindo pacificar os espaços e os tempos confinados.
Vocês estão no instante e no momento de sua Liberdade.
Vão para vocês.
Vão para sua Liberdade.
Salvem-se, porque vocês estão salvos.
Imirjam na Unidade, na Alegria e na Beleza.
Vibrem na Presença.
Vibrem no Amor do Um, porque vocês são o Um.

Nós somos a Ronda dos Arcanjos.
Nós somos a Passagem, o Cruzamento e a Reversão, conduzindo-os a realizar a Verdade, a sair do que é Sombra, a iluminar o que não está ainda iluminado.
Escutem e ouçam o Som da Eternidade.
Escutem e ouçam a Beleza e a Verdade, porque essa é sua Essência, porque esse é seu destino, porque esse é seu Ser.

Filhos, Filhos do Um e Sementes do Um, Sementes Estelares, Estrela revelada e magnificada na beleza da Unidade, o momento é agora.
Inscrito para além do tempo, anunciado desde o início mesmo do peso e da opacidade.

Jamais a Fonte e os Arcanjos os deixaram.
Jamais o Canto do Amor pôde ser abafado.
Jamais o Canto da Liberdade pôde apagar-se definitivamente.
Vocês ganharam a Liberdade.
Vocês ganharam a Eternidade.
Vocês ganharam sua Verdade.

Filhos do Um, escutem e ouçam.
Sua natureza e sua Essência, que é Amor, deve agora eclodir, inteiramente, nessa opacidade, a fim de transcender e transformar.
Vocês são aqueles que realizaram o Caminho, aquele da Cruz, aquele da Redenção, permitindo-lhes, agora, viver o Estado Cristo.

Ousem.
Ousem Ser.
Ousem escutar.
Ousem ouvir a Verdade de seu Ser.
Vocês são esse Ser de Luz, para além dos véus, para além das ilusões, que jamais cessou de existir, que, hoje, volta.

Filhos, vocês são a Eternidade, vocês são a Beleza, a Verdade e a Alegria.
Vocês são a Vida para além da existência.
Vocês são a Vida eterna, porque vocês são a Eternidade.

Presença.
Amor que eleva, Amor que transcende, revelando e queimando de um Amor ardente.
Revelem sua Verdade.
Filhos do Um, escutem e ouçam, e vibrem.

No instante da Graça, da Graça d’Ele e de sua Graça, reunidas para sempre na liberdade de amar, porque é sua natureza e sua Essência.
Esqueçam, porque o Amor é o esquecimento, o esquecimento do que não é ele mesmo.
Superem a condição efêmera.
Superem o corpo efêmero.

Transportem-no na Graça da Unidade e da Alegria, porque é sua Verdade.

Bem amados e amadas do Um, escutem e ouçam.
O Canto do Amor levanta-se em seu Templo, como no Templo da Terra, conduzindo à expansão, à expansão do Coração, de seu Coração, como do Coração da Terra, rasgando o véu da carne da Ilusão, pondo a nu a Beleza e a Verdade, aquelas do Amor nu, que não tem necessidade de qualquer outro artifício, porque ele é ele mesmo a totalidade, desmascarando os artifícios.

Amados do Um, Presença.
Presença Cristo.
Presença Una, onde nada está separado, onde tudo está unido na Liberdade.
Esse instante, anunciado e revelado, desvenda-se, doravante.
A Ronda dos Arcanjos, a Ronda dos Anciões, a Ronda dos Tempos revela-os à Unidade.

Bem amados, bem amados Filhos, bem amados Mestres da Luz, entrem em sua mestria, entrem em sua Unidade, onde se encontra a fonte de todas as graças, onde nada lhes é recusado, onde nenhuma porta pode voltar a ser fechada e onde as portas não existem mais.

Percebam.
Percebam o Amor que é sua Presença.
Vibrem na Unidade do Amor.
Vibrem em sua Presença.
Escutem.
Escutem e ouçam a Vibração de seu Sopro, a Vibração de seu Fogo, aquele da Verdade, aquele que supera os limites impostos pela encarnação e a própria limitação.

Vão.
Vão para o que vocês são.
Vão para esse desconhecido que, assim que ele for encontrado, confortá-los-á em sua Eternidade, que é desconhecida apenas da parte limitada de vocês, porque vocês são a Eternidade.
Filhos e Mestres, escutem e ouçam a Verdade de seu Coração.
Escutem e ouçam a Vibração de sua Presença no Coração.
Amor e Unidade.
Sopro sagrado, vindo despertar a dimensão de sua Eternidade.

Nós os acompanhamos ao seu lado e, também, dentro de vocês.
Nós somos, sem exceção, a totalidade de seu Ser Interior, a Verdade e a Alegria.
Saiam de toda ilusão.
Penetrem o Santuário da Eternidade, o Santuário do Sagrado, no sacrifício da pessoa, no sentido do Sagrado, transcendendo a Ilusão, pondo fim à ilusão e revelando a Verdade de seu Ser.

Filhos, Filhos da Eternidade, vocês são a Alegria da Presença.
Vocês são a Alegria do Amor.
Vocês são o Amor da Presença e a Presença do Amor.
Então, levantem-se.
Saiam.
Saiam de seu túmulo e elevem-se no azul do Céu etéreo, no azul iluminado do Azul e do Branco da Ressurreição.
Ele vem a vocês em majestade.
Ele vem a vocês em Glória, mostrar-lhes o que vocês são, de toda a eternidade.

Presença.
Presença e Verdade.
Escutem e ouçam o Canto, aquele da Unidade, aquele de sua própria Presença e vibrem sem limite, sem limite algum, sem vergonha alguma, sem elemento algum que freie na exata precisão de sua Essência e de sua natureza.

Escutem e ouçam.
Abram a boca, Passagem da Verdade, parto na Unidade, revolução que os faz sair da Ilusão.
O momento, o momento da Graça e a hora de sua Graça é agora, porque vocês são a Graça.
Presença.
Escutem e ouçam a revelação da Graça, no zumbido das asas, asas da Liberdade, aquelas da Verdade, do vôo para sua Eternidade.
Filhos, amados e bem amados, a hora chegou de revelar sua Presença.
Não existe obstáculo algum na Ilusão desse mundo quando a Luz o ilumina e vocês são a Luz do Mundo.

Como Cristo disse, Ele vem a vocês.
E vocês querem abrir-se a vocês?
E vocês querem abrir-se para a Verdade de sua Eternidade?
Não há mais porta.
Não há mais espaço onde a Luz não possa estar.
Não há mais espaço onde seu Ser, em natureza e em Essência, não possa estar.
Não há mais limites, a não ser aqueles desejados ainda por essa matriz que desaparece.

Bem amados e amadas da Lei de Um, Filhos e Mestres, escutem e ouçam o Canto da Graça, o Canto de sua Presença, no qual ressoa o Amor, aquele que não conhece qualquer limite, aquele da Verdade absoluta, para além de qualquer limite, para além de qualquer pessoa, para além de qualquer relação.

Vocês são livres e liberados.
Vocês são a Graça.
Vocês são a Eternidade.
Escutem e ouçam.
Inclinem-se para a Luz, como ela se inclina para vocês.
Reencontrem-se na Luz Una.

Filhos do Um, vocês são a Graça da Eternidade, a Graça da Presença, a Graça do Amor.
Vocês são o que vocês são, de toda a Eternidade.
Vocês não são essa carne que se rasga, mas vocês são essa carne ressuscitada na Graça, no Corpo do Espírito, Corpo de Existência, de Verdade, na Luz Vibral, no Amor, onde só o Amor é o motor, o combustível, onde o Amor é a única Verdade, a única natureza, a única Essência.
Assim é para o conjunto dos Mundos Livres, no banquete para o qual vocês são convidados a manifestar sua Presença, sua Verdade.

Filhos e Mestres, escutem e ouçam o Canto da Liberdade, o Canto da Graça, o Canto do Amor, porque é isso o que vocês são.
Nada há mais que vocês possam ser que não seja já na Lei da Graça, que é Liberdade e Unidade.
Bem amados e amadas, saiam, inteiramente, de suas armadilhas e das armadilhas.
Vocês são a Verdade da Unidade.
Vocês são a Presença e vocês são o Amor.
Onde pode existir o Amor se não é no que vocês são, que é o conjunto dos Universos e o conjunto dos Mundos?

Para além da pessoa, para além da carne desse mundo, vocês são a Carne d’Ele: a carne da Fonte Una, a carne de Cristo para o milagre de uma única carne para além da carne, uma carne sem limite e não confinada.

Abram as portas.
Abram as válvulas do Amor.
Escutem e ouçam seu próprio Canto de Liberdade.
Escutem e ouçam o amor que vocês são.

Eu sou URIEL, o anjo da Passagem e o Anjo da Reversão, Arcanjo da Presença e eu estou em vocês, como vocês estão em mim.
Então, comunguemos, comunguemo-nos e elevemo-nos no trono da Graça, no Santo dos Santos, na Unidade da Verdade, na Presença do Amor Uno, onde não existe qualquer distância e qualquer separação.

Vibremos.
Presença.
Comunhão e Amor, porque o Amor é Comunhão.
Porque o Amor é o que vocês são, e vocês são a Comunhão.
Tudo, absolutamente tudo, é agora.
Tudo está contido no instante de seu presente, a totalidade do Amor, como a totalidade de sua Presença.
Então, escutem e ouçam o Canto do Amor.
Pela Graça de nossa Comunhão, pela Graça de sua Comunhão.

... Efusão Vibratória...

Estrelas.
Estrelas reveladas num céu estrelado, onde não existe qualquer sombra e qualquer penumbra, no brilho da Verdade, no brilho do Amor, no brilho da Luz Branca.
Fusionem com o Um, porque é sua Essência, sua natureza e sua Graça.
Unidade.
Vocês são a Paz.
Comunhão.

... Efusão Vibratória...

Filhos do amor, criados no e pelo Amor, por natureza e por Essência, na Vibração da Presença, comunguemos no Amor Uno.

... Efusão Vibratória...

Que o Olho do Coração lhes dê a Visão da Verdade, Visão do novo Éter.
Comunhão.
Escutem e ouçam nosso Canto de Comunhão na Graça do Amor.
Liberados para sempre e sempre, comunguemos.

Da Presença do Arcanjo à sua Presença, de sua Presença à Presença do Arcanjo, juntos, reunidos na Graça e na Unidade, nós comungamos à fonte do Amor, ao Amor da Fonte.

... Efusão Vibratória...

Filhos da Lei de Um, escutem e ouçam o Canto da Alegria, que é sua natureza e sua Essência, pela Graça do Amor que é, também, sua Graça.

Vibração.
Vibração e Som do Silêncio.
Silêncio do Tudo.
Som de nossa Comunhão.
Comunhão.
Escutem e ouçam o Apelo de seu Coração para viver a Liberdade, para viver a Verdade, para viver o Amor sem limite.

... Efusão Vibratória...

Irradiemos.
Irradiemos no Um a Alegria de nosso reencontro, de nosso reencontro no Amor.

Presença e Verdade.
Natureza e Graça.
Essência e Paz.
Unidade e Comunhão.
Amor do Amor para o Amor.
Escutem e ouçam o Anjo URIEL em seu apelo para revelarem-se no Um e na Alegria, no movimento do Amor.
Presença.

Eu sou o Arcanjo URIEL.
Eu sou o que vocês são, o Amor e a Graça.
Acolher.
Recolher-se na Paz.
Viver a Essência da Paz e do Amor.
Presença.
Comunhão.

É tempo, agora, para que o Anjo URIEL, em vocês, faça o Silêncio, a fim de revelar a Luz Branca e Azul no Éter da Terra e no céu da Terra.
Juntos, unidos e unificados, na Liberdade e na Alegria, abramos os céus, abramos as carnes para a Liberdade do Amor.

Eu sou o Anjo URIEL.
Presença e novo anúncio da última Passagem do Senhor METATRON em seu Templo, acendendo as doze Lâmpadas.

Elevemos, juntos, o Fogo do amor.
Comunhão.

O Anjo URIEL vai permanecer, em vocês, em Comunhão, para o conjunto da Terra, do Espírito de seus Irmãos e de suas Irmãs ainda confinados.
Viveremos, então, a Comunhão no Santo dos Santos de sua Presença, de seu Amor, da Presença d’Ele e do Amor d’Ele.

Eu lhes digo até breve, na Comunhão.

___________________________

Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

http://minhamestria.blogspot.com
http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails