((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

domingo, 23 de janeiro de 2011

OS LAÇOS DEVEM SER CORTADOS - GEORGIA GURGEL

os laços decem ser cortados

Anthonio e Thaís, gostaria de contribuir com esse texto (meu), acaso queriam publicar.

Bjos!

Georgia




Nesse processo de emergir da ilusão, toda a noção de realidade vai sendo desconstruída, não tem como ser de outro jeito. Somos constantemente colocados em situações onde temos de soltar nossos medos, dores e crenças. Estes são como camadas ou filtros que distorcem a Realidade. Quanto mais nos despimos dessas camadas, mais alteramos nossa visão de mundo, e isso inevitavelmente nos distancia dos que decidiram permanecer com seus filtros. Muitas dessas pessoas são queridas nossas, e o crescente contraste de realidade pode gerar conflitos e dramas em nossas vidas. Isso se dá por conta das amarras que teimamos em manter com essas pessoas.

Não é só da nossa personalidade que devemos abrir mão (desapegar), mas das dos outros também. Para resgatar a liberdade que é nossa por direito, só sendo verdadeiro conosco e com todos, e vivenciar nossas verdades implica em soltar as verdades alheias, sair dos olhos dos outros. Se no caminho machucamos essa ou aquela pessoa, lembrem-se que na verdade foi o ego dela que sofreu. Ninguém é coitadinho, TODOS SÃO SERES DIVINOS E SOBERANOS escolhendo suas experiências. Reconhecê-los como tal é um grande serviço prestado.

Muitas vezes sacrificamos o que vem da alma para sustentar as mesmas relações e ambientes de outrora. NÃO SOMOS MAIS OS MESMOS, as relações não tem como serem as mesmas, insistir nisso é estagnar no processo. Permitir ser magoado com o julgamento alheio, ceder ao medo de não ser compreendido e aceito, tudo isso é indício de apego e não de amor. O Amor é totalmente livre de qualquer peso, e isso é pouco compreendido para os que ainda estão presos em suas distorções. Um amigo um dia me falava: “parece que à medida que desenvolvemos o amor incondicional, somos tidos como pessoas frias, egoístas, distantes.” Sinto que essas interpretações devem ser respeitadas, mas não alimentadas.

A chave é transmutar os apegos. Qualquer apego deve ser destruído. O apego é controle, é o oposto da Entrega. Ele se manifesta no plexo solar, enquanto o amor se manifesta no coração.

Os laços devem ser cortados (especialmente para os que irão se mudar), e diante da sensação de culpa, da impressão de estarmos deixando os amados para trás, é preciso ter em mente que a melhor coisa que podemos fazer por eles é ascender. Isto é um ato de amor. Só dessa forma podemos ampará-los de verdade nestes tempos.

É nosso dever sustentar uma vibração elevada em nossos corpos, quebrar as molduras por mais belas que sejam, implodir cada obstáculo e expandir sem medo. Quando perceberem o drama da 3D atrapalhando, liguem o foda-se. Como diz um moço chamado Anthonio: “foda-se = liberdade”. Entrem em sintonia com a vossa essência e desassociem-se do drama.

Georgia Gurgel

http://minhamestria.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails