((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

DÚVIDAS - CRISTINA FRANCEZ

duvidas...

Este texto é um presente para ligar o motor mais consciente neste 2011...
Expressou o que sinto, com sabedoria de alma velha...

Repasso com muito carinho a todos...

beijocas, Cris


Todos nós temos dúvidas... Dúvidas simples como: - Qual será a marca da TV nova do vizinho, ou dúvidas complexas como: - Quem é Deus? Uma constante jornada em direção a respostas, e uma incansável e épica batalha pela verdade.
Dúvidas permeiam a mente dos seres humanos, desde seu parto. Nascer já é uma pergunta.

Porém não há ser vivente desta esfera azulada, que saiba a verdade absoluta, sobre o que fazer, e para onde ir... O que é mostrado para nossos olhos é uma alternativa de sobrevivência, que é empurrado goela abaixo todos os dias. Política, Religiões, Leis, Dinheiro... Tudo conspirando para uma limitação de pensamento, e do verdadeiro propósito de nossa existência. Mas como buscar a verdade, em meio a um mundo pré-fabricado para nos escravizar?

Pensar.... Apenas pensar.... Questionar...

Experimente passar um tempo consigo mesmo e se permitir fazer alguns questionamentos, mas antes de tudo prepare um caderno de 20 matérias para anotar suas dúvidas, serão muitas. Dúvidas são tão comuns a mim e você quanto o ato de respirar. Sempre buscamos consciente ou inconscientemente o que denominamos verdade. E garanto que ficar preso a um quadrado delimitado não vai ajudar muito, já que esse quadrado é a forma normal (aceitável) de se pensar.
Vivemos cercados por um muro alto e invisível, chamado razão, e tudo que se supõe ultrapassar as leis da razão, é entendido como algo prejudicial. O medo de sair dos limites da razão nos mantém acorrentados a dúvidas incessantes, geralmente esta área é delimitada por algo externo as nossas vontades, por meio de opressão ideológica, um modo único de pensar e de agir passado de geração em geração, uma ideologia que nos limita através do medo, nos faz permanecer nas terras da ilusão, seguindo cegamente algo que não parece racional.

Estamos sempre preocupados com o que vão falar das nossas atitudes, dos nossos modos, das nossas crenças... Preocupação que nos mantém a margem do conhecimento real e de nossa verdadeira personalidade. Sempre preocupados em encaixar-se em um estereótipo e seguir costumes... Porém um simples passo além dessa linha que limita nossa consciência, nos leva a outro universo de idéias e percepções.

Um simples exemplo de limitação do pensar e agir é a religião. Falar de religião é tocar numa ferida incurável e cheia de pus. Falar de religião é ser taxado de blasfêmico. Mas foi o primeiro limite imposto pela minoria para calar a maioria. A religião é algo que não muito difere da política, há vários partidos, vários líderes, sempre em constante conflito, sendo que todas pregam sem exceção a paz e a harmonia, porém é um tanto controverso entrar num conflito para se obter paz (curiosa essa forma de pregar a “paz”). Criam regras (leis), para controlar atitudes do indivíduo através do medo de errar e ser enviado para as profundezas do inferno. Oprimem a maioria com um livro que vem sendo (re)escrito através dos tempos, que não se sabe ao certo quem escreveu, e não se sabe ao certo como ler.

Tomar um livro que não se compreende como uma bula de remédio é bastante perigoso, pois, se a leitura for mal interpretada haverá uma super dosagem de um remédio que pode se transformar em um veneno. Mas mesmo assim ele é tomado como a verdade absoluta. Ou seja, sequer poderemos questionar algo, magnífica forma de opressão não acham? (Toma isso e engole rápido e não vomita!). Não posso negar que lá além de mensagens criptografadas e parábolas com multi-versões interpretativas, há mensagens de amor, misericórdia e piedade, essa é a parte boa! Mas usar esse livro como única forma de verdade, sem antes se dar a oportunidade da dúvida? Parece certo? O que é certo pra você, pode não ser certo pra mim... Sigo procurando o significado da minha existência e posso afirmar que é uma árdua tarefa, pois mudar a forma de pensar que eu antes tinha definido verdade é como se fosse uma bomba dentro do cérebro, e explode todo tempo, e com isso mais e mais dúvidas, conseqüentemente mais e mais respostas.

Algo de errado acontece com a humanidade nos tempos atuais, e nisso você terá que concordar comigo! Jornais publicam novas doenças, a TV mostra assassinatos, corrupção, guerra... Vivemos na retaguarda, sempre atentos a qualquer tipo de movimento, presos atrás de grades, nos escondendo dos nossos próprios semelhantes, temos horário para estar trancafiados em casa, somos obrigados a adquirir sistemas de segurança cada vez mais eficazes (porém caros)... Há algo de errado com o mundo...

E mesmo assim pensar diferente é errado? Obter respostas é “pecado”? Ter opinião própria parece crime, pois caso discordemos de algo, inventarão diversos “ismos” para encaixar e condenar, ou seja, você está obrigado a seguir a maioria e não reclamar.

Parece que encontrar Deus é cada vez mais complicado... De fato é complicado pela maneira que estamos tentando achá-lo, "Deus" está em todo lugar (inclusive dentro de você), é uma imensa energia dissipada no universo, espalhando a verdade do amor e respeito as diferenças. O "Diabo" é simplesmente o medo interior, a raiva a ira e todo sentimento contrário ao amor que faz a humanidade vibrar numa freqüência fraca. Somos todos como antenas ambulantes, receptoras e transmissoras, repassando o sinal interior dos nossos sentimentos, e o mundo de hoje é o espelho da nossa consciência. Somente quando o ser humano conseguir sintonizar a estação de rádio correta haverá uma grande mudança, uma mudança significativa, um novo passo na evolução , quando houver apenas o amor ao invés da guerra, tolerância ao invés da indiferença. Poderemos deixar a margem todo preconceito contra raça, credo, cor, sexualidade.

Siga sua própria “religião”. Porque não aproveitar cada molécula de oxigênio que respiramos? Porque não amar como se não houvesse amanhã? Porque não agradecer pelo sol que aquece e dissipa a escuridão.


Somos todos participantes de um mesmo organismo chamado planeta terra. E somente perguntando, duvidando, aprendendo e buscando o verdadeiro “EU” interior, encontraremos o significado de viver, e entender que a vida do outro ser que nos rodeia é tão valiosa quanto a nossa própria vida.

Há uma guerra interior sendo travada todo tempo, o que devemos escolher é quem vai sair vitorioso, “Deus” ou o “Diabo”.



.......Use sua imaginação.

Cristina Francez

http://minhamestria.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails