((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

terça-feira, 12 de julho de 2011

Experiências 07 – Eru

Experienicas 06 - Eru

exp07

“Mas já?”
“Nem te conto…”

Olá meu queridos!
Tive uma lição valiosa agora mesmo nesta recepção de energia de metatron.
E entendi uma série de coisas.
Mas vejam bem o desenrolar da minha face negra (a Deusa Kali de toda mulher)

Eu estou na TPM, e não eu não fico violenta ou sequer agressiva, mas sim fico insuportavelmente
chorona e sensível à tudo em minha volta.
20h57 me retiro para o meu quarto para meditar,e sentindo minha hiperatividade comecei a entoar o gayatri mantra para me ajudar a estabelecer uma conexão maior com o superior, pois bem…
Logo senti meu corpo ficando leve e eu balançando de um lado para outro mas sem sair do lugar (acho que muitas pessoas que provavelmente lêem esse blog entendem essa sensação de “ser sacudido”), comecei a ficar cada vez mais calma e tranquila e meu amor e felicidade crescendo com aquela recepção e interatividade toda, mas… para minha total desgraça alguém bate na porta e abre ela como um furacão arrancaria uma casa do chão.
Era o homem que nessa vida gerou o nascimento desse meu corpo (pai):
“Onde é que tu tá?”
Olha, eu já consigo suportar bastante pergunta idiota ao longo dos meus dias quando eu realmente exponho uma verdade nua e crua para as pessoas que na verdade não querem saber mas mesmo assim eu digo. Então aquela situação foi pra mim como uma gota d’água da estupidez e cegueira do homem. Eu raramente estouro em minha vida,mas isso foi uma faísca,ele sequer esperou resposta por que me viu ali, sentada, fechou a porta e saiu.
Eu fechei os olhos de novo, e comecei a entoar novamente o mantra, mas nada… então comecei a chorar… de ódio.
Ele tem noção do que acabou de fazer? De cortar a conexão e atrapalhar minha concentração para uma elevação? Não, não tem… mas quem liga? O vulcão entrou em erupção!
Eu explodi de um jeito que eu não fazia a muitos anos, só que diferente destes muitos anos… eu aprendi a controlar e a tentar converter ou eliminar sentimentos e pensamentos negativos de mim. Gritei no travesseiro, esmurrei a parede, joguei tudo longe, e bati minha cabeça severamente contra o guarda-roupa e só parei quando percebi sangue. Não dor,por que EU estava cega.

Peguei meus punhos cerrados e apertei com violência contra os olhos e chorava! Eu estava no escuro do meu quarto… e ali de repente eu de olhos fechados e com as mãos cerradas sobre eles, mesmo assim, eu vi uma luz branca crescer e cair em mim.
De imediato tirei as mãos abri os olhos e parei de chorar.

Demorou, mas entendi… a falta de controle se deve muitas vezes pela ignorância, e eu desta fez fui ignorante, pois o pobre do homem não tinha como saber o que eu estava fazendo, e nem a importância disso. Eu me ofendi mesmo assim, ao invés de entende-lo, o julguei… por que era mais fácil. Joguei a culpa nele pelo meu acesso de fúria (uma IRA), mas a culpa estava em mim, era MINHA justamente por não me controlar, por não sentir amor pelo ato inocente desse homem de abrir a porta e perguntar onde eu estava.
Então eu aprendi uma valiosa lição, aqui agora com um pano na cabeça e completamente arrasada e arrependida me perdoando por regredir tanto… aprendi de que devemos avaliar nossos pensamentos sempre! O ódio, a raiva,tristeza… nos fazem agir sem pensar, e nós devemos ser seres de sentimentos nobres pois os sentimentos nobres nos fazem pensar antes instintivamente.
Agir por impulso significa maus resultados.

Aprendi que tenho que trabalhar meu auto controle com esse meu lado sombrio tão bem nutrido.
(Acho que alimentei muito bem os 2 lobos em mim), não vou expulsar o outro lobo, nem matá-lo, vou converte-lo em luz também. Pois é isso o que um trabalhador de Luz faz.
Aprendi que não existe aquela história “a culpa é dele”, a culpa sempre será nossa,por que tudo se dá pelos nossos atos.
Você brigou com alguém por que esse alguém te ofendeu.
Pense bem, foi VOCÊ quem se sentiu ofendido.
Vocês maltratou alguém por que se sentiu ferido.
Mas por que você acha que foi ferido?

Quando se tem amor no coração nada nem ninguém nos diminuí ou machuca, ou ofende… por que nós os amaremos igualmente, e entenderemos suas condições, e saberemos que estamos lá (aqui) para mudar isso.

Estou agora em paz, mas ainda arrependida. Irei praticar o ho’oponopono .
Muito obrigada irmãos pela lição.
Muito obrigada à mim pela aceitação e oportunidade.
Muito obrigada homem que abriu a porta do quarto.

“Me desculpe,eu amo você.”

Eru

10.07.2011

http://ierupting.blogspot.com/
http://toquenaunidade.com.br
http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails